skip to Main Content
17 de janeiro de 2021 | 01:37 pm

ITABUNA É 13º MUNICÍPIO DO PAÍS EM MORTES POR ARMA DE FOGO; ILHÉUS FIGURA EM 61º

Tempo de leitura: 2 minutos
Itabuna é 13º no país em ranking de morte por arma de fogo.

Itabuna é 13º do país em ranking de morte por arma de fogo.

Dados do Mapa da Violência divulgados hoje (25) mostram Itabuna como o 13º município brasileiro em homicídios com uso de arma de fogo por número de 100 mil habitantes.  De acordo com o estudo, ocorreu média de 174 homicídios no período do estudo (2012/2014), correspondendo a 81,2 mortes por grupo de 100 mil habitantes.

O ranking da violência é liderado por um município baiano. Mata de São João, no litoral norte do estado, alcança média de 102,9 mortes por arma de fogo no período.

Outros três municípios da Bahia estão entre os dez mais violentos do país: Simões Filho em 8º lugar (média de 91,4 homicídios), Pojuca em 9º (87,3) e Lauro de Freitas em 10º (85,9).

PORTO SEGURO É 14º

No sul da Bahia, outro destaque negativo é Ilhéus, com média de 105 homicídios no período pesquisado e 56,8 mortes a cada grupo de 100 mil habitantes. É o 61º mais violento do país, conforme o Mapa da Violência.

A macro-região sul-baiana também traz, antes de Ilhéus, outros “Campeões da Violência”. Porto Seguro é o 14º, com média semelhante à de Itabuna: 81 homicídios para cada 100 mil habitantes. Santa Cruz Cabrália figura em 24º (75,1 homicídios por 100 mil habitantes) e Eunápolis em 30º (67,3).

Itabela é o 51º, com 59,8. Teixeira de Freitas é o 66º ao registrar média de 55,7 homicídios por 100 mil habitantes. A pequena Ibirapitanga, às margens da BR-101, no sul da Bahia, figura em 77º lugar, com média 53,6. Bem próximo, aparece Itapebi, em 82ª colocação, com 52,7.

Completam a triste sina sul-baiana a bela Canavieiras, com 49,6 homicídios por 100 mil habitantes, na 105ª colocação no ranking nacional., e Alcobaça (45,8), na 135ª posição.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top