skip to Main Content
4 de março de 2021 | 05:50 am

EXÉRCITO ANUNCIA EXPULSÃO DE MILITARES ENVOLVIDOS COM TRÁFICO DE DROGAS

Tempo de leitura: 2 minutos

O Exército informou, em São Paulo, por meio de nota, que vai expulsar três militares da corporação, presos em flagrante, na madrugada deste domingo (28), em Campinas, no interior paulista, utilizando um caminhão das Forças Armadas para o transporte de três toneladas de maconha. Eles trouxeram a droga de Campo Grande (MS) e foram detidos no momento da entrega a um grupo de civis dos quais dois foram presos.

De acordo com a nota, os três militares são cabos lotados no 20º Regimento de Cavalaria Blindado (20º RCB), sediado em Campo Grande.”O Exército brasileiro não admite atos desta natureza que ferem os princípios e valores mais caros sustentados pelos integrantes da Força. Diante da gravidade do fato, que desonra a instituição e atinge a nossa sociedade, os militares encontram-se presos e serão expulsos do Exército”, diz o comunicado.

Ainda segundo a nota, foi instaurado um inquérito policial militar para a apuração de todos os fatos e responsabilidades. A corporação também manifestou-se à disposição das autoridades de segurança pública de São Paulo para mais esclarecimentos. O Exército fará uma minuciosa investigação na unidade militar de origem dos cabos com para “corrigir procedimentos de segurança, para que falhas desta natureza não voltem a ocorrer”, diz a nota.

O diretor em exercício do Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc), Joaquim Dias Alves, informou que a unidade de inteligência do órgão havia apurado que um grande carregamento de entorpecentes chegaria até uma empresa desativada, em Campinas, onde houve as prisões. Segundo ele, o fato de os militares estarem participando foi uma surpresa. Os cabos vestiam uniforme da corporação.

O delegado contou que, quando os militares perceberam a presença dos policiais civis, saíram com o caminhão das Forças Armadas em alta velocidade e na contramão pela rodovia SP-101, próximo ao quilômetro 2,8, entre Campinas e a cidade de Monte Mor.

No entanto, foram pegos logo a seguir. Um deles tentou escapar, mas foi baleado de raspão e, após ser medicado em Limeira, foi conduzido à sede do Denarc, em São Paulo, onde estão os demais detidos num total de cinco, sendo dois civis. Outros integrantes da ação criminosa conseguiram escapar e a polícia acredita que seriam mais dois civis. Da Agência Brasil.

Esta publicação possui 2 comentários
  1. O Exército do PT era pra ser formado por traficante de drogas e bandidos assim aos exemplos do exercito venezuelano,que general é acusado de ser chefe do tráfico internacional,segundo a polícia americana.

    Aqui no Brasil marginais recebe honraria das Forças Armadas,Zé Dirceu e Genoíno e ainda bem que as Forças Armadas já saiu do comando de bandidos e,qual exemplo pra tropa?

    Os soldadinhos segue o comando maior,era Dilma e Lula,sócios dos maiores traficantes de drogas do mundo,Ivo Morales,segundo a polícia americana,generais
    boliviano envolvidos com tráfico de cocaína.

    O próprio PT se arrependeu de introduzir ou doutrinar generais dos moldes venezuelanos ou seja,bandidos de fardas e traficante internacional,isso que era
    temerário.

    Eu sempre falo que,quem se alinha ao PT já é bandidos ou outros querem roubar o
    Brasil,veja só,Lupi,do PDT,foi extremado defensor da Ladra Dilma,que a mesma é honesta. A Odebrecht disse que pagou ao PDT pra apoiar a bandida da Dilma.

    Uma pessoa honrada se afasta de marginas foi o que fez,Gonçalves Dias,escritor e poeta maranhense,aquele que declamou o poema de “Minha Terra têm Palmeira onde canta o sabiá…” o mesmo recusou ser homenageado no palácio Imperial pelo governante da época ou seja igual hoje cuja homenagem no Palácio do Planalto.

    O que ocorrera no Império é o mesmo que ocorrera hoje na república do PT,prostituição,roubalheira endêmica,a honraria que Gonçalves Dias recusou,era
    pelo fato que traficantes de escravos iria receber,agravante já era proibido o tráfico internacional de escravo pela Inglaterra.

    Ele se afastou de marginas,assim era infestado o palácio imperial,o que hoje na república petista são os próprios marginais que governara o Brasil,veja as prisões estão cheias de petistas e seguidores.

    E só falta a carta de baralho imperial,Dilma e Lula,os chefes da gangster irem pra o calabouço não de Curitiba mas,seria interessante que venham pra o calabouço de Ferradas e junta-se a aos raios A e B e raios do PT,que a justiça brasileira cuide e o povo brasileiro agradece.

    Sobre os soldadinhos das Forças Armadas do Brasil,ao ser expulso a bem do serviço público o que seja feito a mesma punição com Dilma,cuja desonra no execício de chefe das forças armadas,desonrou o cargo assaltando os cofres públicos e se aliando com traficantes de drogas,que seja expulsa do cargo a bem do serviço público.

  2. Serão expulsos da corporação. Praxe.
    E depois ? Serão julgados por tráfico de entorpecentes e formação de quadrilha como outros tantos, ou ficarão soltos para fortalecer o crime organizado? E o que é pior, bandidos com treinamento militar atormentando a vida de nossas comunidades. ABAIXO AS MILÍCIAS!!!!!!

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top