skip to Main Content
18 de fevereiro de 2020 | 09:22 pm

PRESOS SUSPEITOS DE LAVAGEM DE R$ 21 MILHÕES NA BAHIA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Oito pessoas foram presas nesta segunda-feira (26), durante a Operação Hades, deflagrada pelo Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e Grupo Especial de Repressão às Organizações Criminosas (Gaeco) do Ministério Público da Bahia, com o objetivo de desarticular quadrilhas que atuavam com tráfico de drogas e lavagem de dinheiro nas cidades de Irecê, Morro do Chapéu, Feira de Santana, Luís Eduardo Magalhães e Salvador.

A ação, que visava cumprir mandados de busca e apreensão, prendeu em flagrante Vera Lúcia Pereira do Nascimento, José Faustino Alves, Jerry Araújo Barbosa, Elizan Martins de Souza e Carlos Sérgio Tavares de Araújo (os dois últimos também por mandado de prisão). Com eles, foram apreendidos 30 quilos de cocaína, uma pistola calibre 380, um revólver calibre 38 e uma espingarda calibre 12, além de um veículo VW Amarock.

Também foram presos, por força de mandados de prisão, Leonardo Novaes Oliveira Silva, Zilvânia Oliveira Santos e Maria da Soledade Coutinho. A quadrilha investigada é suspeita de ter movimentado R$ 21 milhões em atividades relacionadas à lavagem de dinheiro do tráfico, através de diversas empresas que estavam sendo utilizadas com essa finalidade.

A operação foi desenvolvida com o apoio do Ministério Público de Irecê e da 14ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/ Irecê).

FOCO NA EDUCAÇÃO E NO TURISMO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Anízio define prioridades nas áreas de educação e turismo (Foto Divulgação).

Anízio: prioridades nas áreas de educação e turismo.

Antônio de Anízio prometeu aumentar em quase 50%, em quatro anos, a nota média do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de Itacaré. O município obteve média 4,1 em 2015.

A meta é alcançar 6,0 até 2022, segundo ele afirmou em comício, no final de semana. A receita para chegar lá, diz, é mais investimento na Educação, com melhora da estrutura das escolas e valorização econômica e profissional para os educadores. Ele afirma ter elevado de 2,8 para 4,6 o Ideb de Itacaré, quando prefeito. Houve queda para 4,1.

Outra promessa de Anízio, que administrou Itacaré de 2009 a 2012, é a revitalização da região da Praia da Concha, área que mais concentra hotéis e pousadas no município. A ideia é calçar as vias de acesso à orla. Para isso, ele diz contar com o apoio do governador Rui Costa e o deputado estadual Rosemberg Pinto (PT).

POLÍCIA MILITAR FORMA 254 NOVOS SARGENTOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

pm-baNesta quarta-feira (28), a Polícia Militar da Bahia forma 254 policiais militares no Curso Especial de Formação de Sargentos na Bahia em cinco solenidades no estado.

Na capital baiana o evento acontece às 10h, no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP), Alto de Ondina, onde serão formados 22 sargentos. No interior do estado, as solenidades ocorrerão em Feira de Santana (50), Ilhéus (62), Juazeiro (79) e Vitória da Conquista (41), totalizando 254 novos formandos.

A turma de formandos leva o nome do sargento José Pereira Bispo, especialista músico que serviu no 3º Batalhão, em Juazeiro, com destaque na regência da Banda de Música daquela unidade e autoria do hino do município.

GOVERNO ADOTA MEDIDA QUE RESTRINGE RECURSOS PARA O MINHA CASA, MINHA VIDA

Tempo de leitura: < 1 minuto

minha casa minha vidaO Ministério das Cidades esclareceu que desautorizou a Caixa Econômica Federal a usar recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) no financiamento do Programa Minha Casa, Minha Vida, caso não haja repasse da União para a contratação de novos empreendimentos.

Em nota, o Ministério das Cidades esclareceu que a instrução normativa, publicada no Diário Oficial da União de hoje (26), refere-se apenas à orientação dada à Caixa para que, caso não haja repasse da União destinado à contratação de novos empreendimentos do Programa Minha Casa Minha Vida, fica vedada a utilização de recursos do FGTS para suprir a cota de responsabilidade do banco, evitando-se uma contratação de operação de crédito.

Segundo a instrução normativa, um dos motivos para a decisão é atender a uma exigência do Tribunal de Contas da União (TCU).

Em dezembro de 2015, o TCU decidiu que o Ministério das Cidades deveria registrar no orçamento o valor correspondente a adiantamentos concedidos pelo FGTS à pasta, para evidenciar que se trata de operações de crédito.

No ano passado, o tribunal considerou que o governo violou a Lei de Responsabilidade Fiscal ao atrasar o repasse de valores ao FGTS e a bancos públicos, referentes ao pagamento de benefícios. Na instrução normativa, o Ministério das Cidades também diz que precisa melhorar a administração das rubricas orçamentárias da pasta.

DEBATE NA TV SANTA CRUZ SEM CUCA E ZÉ ROBERTO

Tempo de leitura: < 1 minuto

TVSTACRUZ ItabunaA TV Santa Cruz confirmou a exclusão dos candidatos Mister Cuca (PSOL) e Zé Roberto (PSTU) do debate da próxima quinta (29). A emissora anunciou ter optado por convidar para o confronto somente candidatos de partidos que tenham, no mínimo, 9 parlamentares federais.

O encontro de quinta, logo após a novela Velho Chico, somente terá Antônio Mangabeira (PDT), Augusto Castro (PSDB), Capitão Azevedo (PTB), Coronel Santana (PTN), Davidson Magalhães (PCdoB), Fernando Gomes (DEM) e Geraldo Simões (PT).

FERRACINI TERÁ FÁBRICA EM AMARGOSA

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Ferracini assinará protocolo de intenções com o governo baiano para investir R$ 12 milhões em sua primeira fábrica de calçados no Nordeste. De acordo com anúncio do governador Rui Costa, a unidade será instalada em Amargosa. A assinatura está prevista para hoje (26), no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

Segundo o gestor baiano, os incentivos fiscais oferecidos e a concessão de uso remunerado dos galpões já existentes em Amargosa foram decisivos para atrair a empresa. “Não vou medir esforços para atrair mais empresas e gerar mais empregos em nosso estado”, afirmou.

AGENDA DOS CANDIDATOS (SEGUNDA, 26)

Tempo de leitura: < 1 minuto

eleicoes 2016

Antônio Mangabeira (PDT)

12h- Visita à Fundação Balduíno
14h30 – Caminhada no Alto da Conquista e Vale do Sol, saindo do Sítio do Menor
18h – Reunião com a coordenação da campanha

Augusto Castro (PSDB)
15h – Reunião com a coordenação de marketing
20h – Debate na Rádio Proeves FM

Capitão Azevedo (PTB)
14h – Caminhada no Fátima, saindo em frente à quadra do Ciso
19h30min – Debate na Proeves FM

Coronel Santana (PTN)

15h – Visita ao Jorge Amado
20h – Debate na Proeves FM

Davidson Magalhães (PCdoB)
14h – Corpo a Corpo no Jardim Primeira
16h – Visita aos moradores do Núcleo Ceplac, Gogó da Ema
18h – Assembleia com vereadores da Coligação
20h – Debate na Rádio Proeves FM

Fernando Gomes (DEM)
15h – Reunião no Maria Pinheiro
19h – Reunião com lideranças do Jardim Grapiúna
20h – Reunião com lideranças do Santa Inês

Geraldo Simões (PT)
9h – Corpo a corpo no Vila Anália e Novo Jaçanã
14h – Corpo a corpo no Antique e Pedro Fontes I e II
18h30min – Reunião com lideranças políticas no centro
20h – Debate eleitoral na Proeves FM

Mister Cuca (PSOL)

19h – Apresentação de proposta na ACI
20h – Debate Proeves

Zé Roberto (PSTU)
20h – Debate Proeves

FAUSTÃO DETONA REFORMA DO ENSINO PROPOSTA POR TEMER

Tempo de leitura: < 1 minuto

A reforma do Ensino Médio proposta pelo governo do presidente Michel Temer desagradou não só os profissionais da Educação. O apresentador Fausto Silva (Faustão) detonou a possibilidade da exclusão da Educação Física das disciplinas obrigatórias. O governo recuou depois de forte reação de setores ligados ao ensino e especialistas.

– A Educação Física os caras iam tirar. Essa porra desse governo nem começou, não sabe se comunicar e já fez a reforma sem consultar ninguém – criticou.

Confira em vídeo, abaixo.

LAVA JATO: POLÍCIA FEDERAL PRENDE ANTÔNIO PALOCCI

Tempo de leitura: 2 minutos
Palocci é preso em nova fase da Lava Jato.

Palocci é preso na Lava Jato.

Da Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) está nas ruas para cumprir mandados judiciais na 35ª fase da Operação Lava Jato. Chamada de Operação Omertá, um dos alvos é o ex-ministro da Fazenda Antônio Palocci, que foi preso temporariamente esta manhã em São Paulo.

Os policiais cumprem ainda mais dois mandados de prisão temporária, 27 de busca e apreensão e 15 de condução coercitiva, quando a pessoa é levada para a delegacia a fim de prestar esclarecimentos e depois é liberada.

A suspeita é de que Palocci teria ligação com o comando da empreiteira Odebrecht, uma das principais do país. A operação investiga se o ex-ministro e outros envolvidos receberam dinheiro para beneficiar a empreiteira em contratos com o governo.

Segundo a PF, as negociações envolviam a Medida Provisória 460, de 2009, que tratava de crédito-prêmio do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), além do aumento da linha de crédito da Odebrecht no Banco de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para um país africano, além de interferência em licitação da Petrobras para a aquisição de 21 navios-sonda para exploração da camada pré-sal.

De acordo com a Polícia Federal, “o nome ‘Omertá’ dado à investigação policial é uma referência à origem italiana do codinome que a construtora usava para fazer referência ao principal investigado da fase (‘italiano’), bem como ao voto de silêncio que imperava no Grupo Odebrecht que, ao ser quebrado por integrantes do ‘setor de operações estruturadas’ permitiu o aprofundamento das investigações. Além disso, remete à postura atual do comando da empresa, que se mostra relutante em assumir e descrever os crimes praticados”.

DEBATE NA CABRÁLIA É MARCADO POR PROVOCAÇÕES E POUCAS PROPOSTAS

Tempo de leitura: 3 minutos
Debate na Cabrália reuniu todos os candidatos a prefeito de Itabuna.

Debate na Cabrália reuniu todos os candidatos a prefeito de Itabuna.

O debate da TV Cabrália/Record varou a madrugada com os candidatos no ataque e pouca discussão de propostas para os próximos quatro anos. Mediado pelo jornalista Sylvestre Serrano, o confronto começou às 22h45min, com primeiro bloco de temas livres e perguntas de candidato para candidato. A temperatura ficou elevada quando Davidson Magalhães (PCdoB) escolheu o tema saúde para questionar Fernando Gomes (DEM).

Davidson disse que Fernando divulgava suas realizações, mas esquecia o período 2005-2008, quando, reforçou, o Hospital de Base ficou conhecido como “Hospital da Morte”, com 92 óbitos por mês. “Foi um descalabro na saúde itabunense. Por isso que ele não se refere a esse período”, provocou. Fernando saiu pela tangente. “[Jaques] Wagner foi quem tirou a [Gestão] Plena de Itabuna”, esquivou-se.

Na sequência do debate, Fernando optou por fazer pergunta a Geraldo Simões (PT), escolhendo como tema as obras do Centro de Convenções, paralisadas. “Precisa o senhor entender que a obra parou no Governo Paulo Souto”, disse Geraldo, acrescentando mais tarde que o candidato democrata disse, numa entrevista ao Diário Bahia, que este teria sido o motivo de rompimento político com Souto em 2010, quando optou apoiar Geddel Vieira Lima (PMDB) na disputa pelo Governo da Bahia. Para tentar desestabilizar Geraldo, Fernando se referia ao ex-prefeito como “nervoso” e “mentiroso”.

“PRIMEIRAMENTE, FORA, TEMER E TODOS ELES”

As provocações permearam todo o debate. Zé Roberto (PSTU) se destacou por frases fortes. Iniciou sua participação com um “Primeiramente, Fora, Temer. Fora todos eles”. E emendou: “três (dos candidatos) já passaram por aqui (como prefeito) e agora se apresentam como Salvadores da Pátria”. Chamou Geraldo Simões de “Cacau”, por este figurar numa suposta lista da Construtura Odebrecht. O candidato do PT ganhou direito de resposta no bloco seguinte para afirmar que nunca recebeu doações nem trabalhou com a empreiteira.

Um dos pontos mais tensos do debate foi quando Zé Roberto disse em réplica a Fernando que ele deveria estar preso. O democrata disse que merecia respeito e se estava ali, como candidato, é porque havia permissão da justiça eleitoral. Zé Roberto ouviu que será processado ao afirmar ter sido Davidson e o PCdoB responsáveis pela indicação de dois ex-dirigentes da Emasa, hoje presos por irregularidades na empresa. “Sei que você está muito nervoso. Vai ser processado. Eu não indiquei ninguém para Emasa”, retrucou o candidato do PCdoB.

SANTANA APERTA AUGUSTO E AZEVEDO

O confronto também teve momentos de tensão entre Coronel Santana (PTN) com Capitão Azevedo (PTB) e Augusto Castro (PSDB). Ainda no primeiro bloco, Santana perguntou a Azevedo sobre os 13 processos aos quais responde por improbidade administrativa. “Tenho as mãos limpas. Em nenhum (dos processos) eu tive condenação”. Santana provocou mais ao citar que dois dos processos têm ordem de bloqueio de bens de Azevedo, no valor de R$ 27 milhões. “É difícil você achar que é inocente. Veja quantos secretários seus ficaram ricos na sua gestão”.

Santana, ainda no mesmo bloco, apertou outro candidato, Augusto Castro (PSDB), ao falar da declaração de patrimônio do tucano. Baseando-se nas declarações feitas em 2010, 2014 e 2016, Santana perguntou como Augusto, que declarou patrimônio de mais de R$ 4 milhões em 2010 e caiu para “R$ 600 mil” em 2016 quer administrar uma cidade com orçamento de R$ 500 milhões. Augusto disse fazer declaração conjugada com a esposa em anos anteriores e agora preferiu desmembrar a declaração. “Fico muito tranquilo”, disse ele. “Declaro tudo que ganho, anualmente”.

“EXÉRCITO DE CANUDOS SEM EMPREGO”

Novato na disputa, Antônio Mangabeira (PDT) também foi alvo. Castro questionou como ele pretende governar Itabuna sem alianças políticas. Mangabeira disse que reivindicará recursos aos governos estadual e federal. “Não vou solicitar para mim. Vou solicitar para Itabuna”. O médico também se viu apertado pelo ex-prefeito Capitão Azevedo, que o acusou de não liberar “campo de luxo” para os “meninos” do Jorge Amado nem água de sua represa para os moradores do bairro durante a falta de água no município. O campo e a represa estão localizados em uma propriedade de Mangabeira, segundo Azevedo.

Mister Cuca (PSOL) também conseguiu se destacar com frases de efeito. Disse que Itabuna tem “exército de canudos sem emprego” e retrucar Davidson e Geraldo afirmando que “ninguém bebe gás”. Canudo era referência à grande quantidade de universitários formados e sem emprego. Criticou Geraldo e Davidson por estes citarem o gasoduto de Itabuna.

Back To Top