skip to Main Content
29 de março de 2020 | 03:11 pm

TRE-SP INDEFERE REGISTRO DE MAIS VOTADO E TAUBATÉ PODE TER NOVA ELEIÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Ortiz teve mais de 50% dos votos, mas concorreu como "indeferido com recurso".

Ortiz concorreu “indeferido com recurso”.

Agência Brasil

Candidato mais votado no primeiro turno da eleição para a prefeitura de Taubaté (SP), com mais dos 50% dos votos válidos, José Ortiz Junior (PSDB) teve o registro indeferido pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), ontem (14). A decisão, tomada por unanimidade, mantém a sentença de primeiro grau, que havia barrado o candidato pela Lei da Ficha Limpa.

José Ortiz Junior concorreu à prefeitura de Taubaté na condição de “indeferido com recurso” e obteve 74.589 votos no primeiro turno, mais do que a soma dos demais concorrentes, que tiveram 73.268 votos (42,71%). O município, localizado na região do Vale do Paraíba, registrou 51.229 abstenções ((23% do total de eleitores).

Ortiz ainda pode recorrer ao Superior Tribunal Eleitoral (TSE). Caso consiga reverter a decisão do TRE-SP, o tucano estará eleito. Contudo, se os ministros do TSE mantiveram a decisão do tribunal estadual, haverá uma nova eleição em Taubaté.

Antes mesmo da decisão do TRE-SP, a Justiça Eleitoral do município já havia suspendido a possibilidade de segundo turno entre o segundo e o terceiro colocados no pleito em virtude de o tucano ter obtido mais de 50% dos votos válidos.

Esta publicação possui 2 comentários
  1. Entende-se que a justiça é falha e tarda; visto que, é irracional deixar candidatos enquadrados na Lei da Ficha Limpa terem audácia de concorrer, e com isso ter uma ruma de gado e asno votando neles infelizmente!!!

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top