skip to Main Content
21 de fevereiro de 2020 | 05:45 pm

PREFEITURA DE ILHÉUS SEM TELEFONE E INTERNET; JUSTIÇA MANDA OI RESTABELECER SERVIÇOS

Tempo de leitura: < 1 minuto
Prefeitura de Ilhéus amanheceu sem serviços de telefonia (Foto Alfredo Filho).

Prefeitura de Ilhéus amanheceu sem serviços de telefonia (Foto Alfredo Filho).

Após encontrar linhas telefônicas e móveis e serviços de internet cortados, o prefeito Mário Alexandre recorreu à Justiça para que os serviços fossem restabelecidos pela OI Telemar. A empresa alega dívida superior a R$ 1,83 milhão e suspendeu o serviço.

Ainda nesta segunda (2), o juiz Guilherme Barros Júnior concedeu liminar determinando à empresa que libere as linhas telefônicas fixas e móveis e internet da prefeitura. O corte das linhas telefônicas e de internet ocorreu mesmo com as negociações entre prefeitura e a companhia telefônica.

A Oi, de acordo com os ex-gestores municipais, estava cobrando dívidas inexistentes, o que também foi reforçado pelo magistrado ao conceder a liminar. A posição judicial favorável foi tornada pública pela Prefeitura de Ilhéus no final da noite desta sexta.

A companhia telefônica recebeu prazo de 24 horas para que restabeleça os serviços, sob pena de multa diária de R$ 50 mil. O juiz da Comarca de Ilhéus também determinou que a empresa se abstenha de efetuar novas suspensões “enquando a medida liminar estiver vigente”.

A NOVA CEPLAC ESPERADA, APÓS 30 ANOS DE CRISE!

Tempo de leitura: 3 minutos

juvenal-maynart-ceplac-foto-aguido-ferreiraJuvenal Maynart | j.maynart@hotmail.com

 

A roça de cacau cederá lugar a um espaço produtivo. Com tecnologia e informação em tempo real, surgirá um novo produtor, consciente das potencialidades de seu espaço. Um produtor que perseguirá a sustentabilidade de seu negócio e terá na Ceplac o agente fomentador e o suporte tecnológico de que necessita para gerar riquezas.

 

Quando a Ceplac foi criada, a revolução verde se baseava em agrotóxicos, as bibliotecas usavam somente papel, a genômica ainda não existia, computadores só eram vistos no seriado O túnel do tempo, e as redes eram apenas instrumentos de pescadores ou de balanço para um bom descanso. A Bahia tinha uma única universidade e apenas dois doutores em ciências agrárias.

O mundo mudou; a Ceplac, idem. Se o mundo e a nossa instituição mudaram, o que estaria errado para que se justifique uma nova Ceplac? A resposta está no tempo do verbo. Sim, o mundo não mudou – o mundo muda a cada instante, todos os dias. A Ceplac, não. Ela mudou, mas parou de mudar. E isso é um atraso imensurável, na era da Tecnologia da Informação e Comunicação,  mesmo que a última mudança tenha ocorrido há dez dias ou há dez anos.

A Ceplac que estamos buscando, em parcerias com o mundo da ciência, inovações e academia hodiernas, terá na Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e na e-agricultura as ferramentas da instantaneidade. Estão aí a GigaSul e a Rede Nacional de Educação e Pesquisa – RNP, do MCTI, para proverem o fazer científico em altíssima velocidade.

Sim, queremos uma ciência viabilizada por meio de redes digitais, a transparência e soluções instantâneas dos editais pautando suas demandas, e extensão por aplicativos. Queremos respostas imediatas, visto que o produtor não tem porquê esperar uma visita “in loco”. O custo tempo nas presenças físicas serão exceções.

A Ceplac tem inserção produtiva nos dois principais biomas de mata e floresta do país – a Mata Atlântica e a Floresta Amazônica. Tanto numa região como noutra, o espaço produtivo será o definidor das necessidades. A roça de cacau cederá lugar a um espaço produtivo, complexo, que tanto produzirá amêndoa quanto chocolate, madeira certificada em casos específicos, ou turismo rural. Com tecnologia e informação em tempo real, surgirá um novo produtor, consciente das potencialidades de seu espaço. Um produtor que perseguirá a sustentabilidade de seu negócio e terá na Ceplac o agente fomentador e o suporte tecnológico de que necessita para gerar riquezas.

O Brasil possui uma vasta legislação que busca zero trabalho escravo e uma legislação trabalhista (CLT) que garante ao trabalhador o respeito aos seus direitos. Tem uma indústria consolidada. Uma rede de educação ampliada e inclusiva – hoje, um índio concluindo o curso de Medicina não choca, estimula.

Não podemos pensar em criar e incentivar apenas produtores de commodity cacau. Podemos, devemos e seremos dominadores de toda cadeia produtiva. Em rede, com informação, inovação e tecnologia. Teremos chocolateiros e muito mais. O PCTSul (Parque Científico e Tecnológico do Sul-baiano) será estímulo ao empreendedorismo local. Afinal, segundo Schumpeter, “o capitalismo – para vingar – só precisa de crédito e empreendedorismo”.

Para encerrar, fragmento de Tabacaria, do mestre Fernando Pessoa:

Come chocolates, pequena;
Come chocolates!
Olha que não há mais metafísica no mundo senão chocolates.
Olha que as religiões todas não ensinam mais que a confeitaria.
Come, pequena suja, come!
Pudesse eu comer chocolates com a mesma verdade com que comes!
Mas eu penso e, ao tirar o papel de prata, que é de folhas de estanho,
Deito tudo para o chão, como tenho deitado a vida.

Juvenal Maynart é diretor-geral da Ceplac.

PREFEITO USA DIÁRIO OFICIAL PARA “ENTREGAR CHAVE DA CIDADE A JESUS”

Tempo de leitura: < 1 minuto

Jairo Silveira Magalhães, prefeito de Guanambi, na Bahia, deixou de lado os princípios do Estado Laico e reservou o seu primeiro decreto da gestão para “entregar as chaves da cidade ao Senhor Jesus Cristo”.

No documento, publicado na edição desta segunda-feira (2) do Diário Oficial do município e disponibilizado no site da Prefeitura, Jairo Silveira Magalhães (PSB) entregou todos os setores da prefeitura ao “altíssimo” e cancelou “todos os pactos realizados com qualquer outro Deus ou entidades espirituais”.

Esse foi um dos dez decretos assinados pelo prefeito na edição do dia, os demais foram de nomeação dos seus secretários. Jairo foi eleito com 50,85% dos votos válidos (23.989) e tomou posse no domingo (1º). Cópia do decreto foi publicada no Correio24h.

O decreto do prefeito de Guanambi.

O decreto do prefeito de Guanambi.

QUATRO PESSOAS MORREM EM ACIDENTE NA BR-324

Tempo de leitura: < 1 minuto
Quatro pessoas morreram em acidente em Riachão do Jacuípe (Foto Raimundo Mascarenhas/Calila Notícias).

Acidente deixou quatro mortos (Foto Raimundo Mascarenhas/Calila Notícias).

Quatro pessoas ainda não identificadas, dentre elas um bebê, faleceram em acidente ocorrido por volta das 13h30min desta segunda (2), no trecho de Riachão do Jacuípe da BR-324. Policiais rodoviários federais recolheram entre os pertences das vítimas faturas de água e luz e um carnê da Igreja Mundial.

As vítimas viajavam em um Fiat Uno, que colidiu com uma carreta. O motorista do veículo pesado, Alan Santos Conceição, saiu ileso do acidente, mas não soube informar como aconteceu a tragédia. Com informações do Calila Notícias.

PRESÍDIOS DO PAÍS SÃO CONTROLADOS POR FACÇÕES CRIMINOSAS, DIZ PRESIDENTE DA OAB

Tempo de leitura: 2 minutos
Lamachia diz que presídios são controlados por facções (Foto Eugênio Novaes/OAB).

Lamachia diz que presídios são controlados por facções (Foto Eugênio Novaes/OAB).

O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claudio Lamachia, disse hoje (2), após rebelião que deixou pelo menos 56 mortos no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus, que o Poder Público precisa reassumir o controle das penitenciárias e dos presídios do país, que segundo ele, são controlados por facções criminosas

Lamachia disse que as notícias sobre a rebelião confirmam que a brutalidade no sistema penitenciário brasileiro “virou rotina” e que não há “ineditismo” no caso, destacando que nos últimos anos episódios parecidos ocorreram no Maranhão, Pernambuco e Roraima. “O Estado brasileiro precisa cumprir sua obrigação de resolver esse problema com a rapidez e a urgência necessárias, sem paliativos que somente mascaram a questão”, disse o dirigente em nota.

O presidente da OAB destacou que a recente decisão do Supremo Tribunal Federal de permitir a execução antecipada da pena antes do trânsito em julgado, ou seja, antes que os recursos judiciais se esgotem, certamente agravará a situação dos presídios com o encarceramento de cidadãos inocentes, especialmente os réus menos favorecidos, aumentando a população carcerária e com isso o clima tenso dentro de presídios já lotados.

Lamachia sugere maior celeridade processual por parte de tribunais superiores e a “prioridade absoluta” no julgamento de habeas corpus e recursos, a fim de evitar o prolongamento de prisões consideradas injustas.

Leia Mais

ABERTAS INSCRIÇÕES PARA 2,1 MIL VAGAS EM COLÉGIOS DA POLÍCIA MILITAR

Tempo de leitura: < 1 minuto
CPMs da Bahia oferecem mais de 2 mil vagas a novos alunos.

CPMs da Bahia oferecem mais de 2 mil vagas a novos alunos.

As inscrições para o sorteio eletrônico de vagas do Colégio da Polícia Militar (CPM) para novos alunos começaram nesta segunda (2), por meio do site da Polícia Militar ou da Secretaria Estadual de Educação. São 2.109 vagas nos 13 colégios da Polícia Militar em todo o estado, sendo dois deles em Ilhéus e Itabuna.

O prazo encerra-se na próxima sexta (6), às 18h.

Conforme o edital, 70% das vagas são destinadas a filhos de policiais militares e funcionários civis da instituição, enquanto 30% destinam-se ao público externo nos colégios e creche da PM em Salvador.

Já nos colégios da corporação no interior do estado, 50% das vagas é destinada a filhos de policiais militares e funcionários públicos civis. A outra metade é oferecida a alunos sem vínculos com a corporação.

SORTEIO ELETRÔNICO

O sorteio eletrônico das mais de 2 mil vagas está marcado para o dia 13 deste mês, às 9 horas, no Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador. O sorteio será acompanhado por promotores e defensores públicos.

CAUA OFERECE MAIS DO QUE DIVERSÃO EM COLÔNIA DE FÉRIAS PARA CRIANÇAS

Tempo de leitura: 2 minutos

Informe publicitário

coloniadeferias1A Colônia de Férias do Centro de Apoio Universo do Aprender (CAUA), em Ilhéus, oferece mais do que diversão para as crianças. O serviço busca entreter e estimular o desenvolvimento global dos pequenos, por meio de artesanato com materiais recicláveis, arteterapia, culinária, socialização e interação. As atividades começam nesta quarta-feira (4) e vão até o dia 27, todas as segundas, quartas e sextas-feiras, das 14 às 17 horas. São oferecidas apenas 20 vagas para crianças de 04 a 10 anos.

Com profissionais formados em psicopedagogia, psicologia, educação física, nutrição, fisioterapia, fonoaudiologia e arteterapia, o CAUA dispõe de equipe qualificada para desenvolver as atividades. “Buscamos retomar brincadeiras tradicionais que estão sendo substituídas por recursos digitais. Ano passado, percebemos que um grande número de crianças não sabia pular e, as que sabiam, tinham medo. Com as brincadeiras, trabalhamos a coordenação motora, lateralidade, cores, números”, relatou a psicopedagoga Cláudia Patrícia.

coloniadeferias2A Colônia de Férias do CAUA atende também crianças com deficiências, visando à promoção da inclusão. Para Cláudia Patrícia, os pequenos aprendem muito através dessa convivência com as diferenças. “Presenciar eles se ajudando é muito gratificante, um sentimento tão maravilhoso que é indescritível”, disse a psicopedagoga.

Todo o material utilizado na Colônia de Férias do CAUA é fornecido pela instituição. O lanche servido às crianças no dia da arteculinária tem como objetivo a inserção de novos alimentos saudáveis ao cardápio das crianças. Não são permitidos refrigerantes, salgadinhos industrializados ou biscoitos recheados. A orientação é que os responsáveis levem frutas, sucos naturais e alimentos caseiros.

Para matricular a criança, é preciso ir à sede do CAUA, localizada na Praça São João Batista, número 222, bairro do Pontal. Lá, será preenchida uma ficha de identificação e feito o pagamento antecipado e à vista. Uma única diária custa R$ 50. Há ainda pacotes de cinco dias (R$ 175), 10 dias (R$ 300) e 15 dias (R$ 400). Mais informações pelo telefone (73) 3231-2653.

O QUE É O CAUA

O Centro de Apoio Universo do Aprender surgiu em dezembro de 2015, atendendo pessoas com dificuldades de aprendizado, prestando apoio às famílias e suporte pedagógico a instituições de ensino. Com uma equipe multidisciplinar, o CAUA evita que as pessoas abandonem os acompanhamentos pela dificuldade em passar por vários profissionais em consultórios diferentes.

SUKA É PRIMEIRA PREFEITA DE UBAITABA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Suka é a primeira mulher a governar Ubaitaba (Foto Valdir Santos/Comunika).

Suka é a primeira mulher a governar Ubaitaba (Foto Valdir Santos/Comunika).

Sueli Carneiro (PSB) tornou-se a primeira mulher a governar Ubaitaba. “Suka” assumiu a prefeitura sul-baiana neste domingo (1º), após derrotar o grupo político do peemedebista Asclepíades Almeida, o Bêda, em outubro e também ver o aliado, Ismaile Mota (PCdoB) vencer a eleição à presidência da Câmara de Vereadores.

 

MARÃO DIZ QUE SUSTENTABILIDADE SERÁ MARCA DE SEU GOVERNO

Tempo de leitura: 2 minutos
Nazal e Marão se cumprimentam sob olhar do presidente da Câmara, Lukas Paiva (Foto Clodoaldo Ribeiro).

Nazal e Marão se cumprimentam, observados por Lukas Paiva (Foto Clodoaldo Ribeiro).

Empossado ontem (1º) como prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre (Marão), do PSD, comprometeu-se a ter como marca de seu governo a sustentabilidade. Segundo ele, sua gestão respeitará os termos de carta-compromisso assinada com a plataforma Cidades Sustentáveis.

Marão apontou como uma das linhas de seu governo o compromisso com a área social e o cuidado com o cidadão. “Ninguém será maltratado nas secretarias e o diálogo será constante”, disse ele ao afirmar que todos os secretários deverão agir de forma isonômica no tratamento aos cidadãos.

O novo prefeito anunciou uma ação para elevar a autoestima dos ilheenses ao citar uma nova era, de “tempos de alegria”. O vice-prefeito José Nazal disse que não poupará esforços para que a nova gestão seja a melhor da história do município sul-baiano. O discurso de Marão, elencando a sustentabilidade como marca de governo, encheu os olhos do vice, ligado às questões ambientais e à história de Ilhéus.

CENTRO DE CONVENÇÕES LOTADO

A posse de Marão e de Nazal lotou o auditório principal do centro de convenções de Ilhéus. Cerca de 1,5 mil pessoas participaram da solenidade, conforme o cerimonial, dentre elas os deputados federais Bebeto Galvão (PSB-BA) e Paulo Magalhães (PSD) e a deputada estadual Ângela Sousa (PSD), mãe do novo prefeito ilheense, além do prefeito de Itabuna, Fernando Gomes (DEM). A posse ocorreu após Lukas Paiva (PSB) ser eleito, por unanimidade, presidente da Câmara de Ilhéus (confira mais abaixo).

JÂNIO NATAL ALEGA QUESTÕES DE “FORO ÍNTIMO” PARA RENUNCIAR AO CARGO DE PREFEITO

Tempo de leitura: 2 minutos
Jânio renuncia para continuar na AL-BA.

Jânio renuncia para continuar na AL-BA.

Após ter decidido permanecer na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) e deixar o cargo de prefeito de Belmonte para seu irmão, Janival Andrade (PTN), vice na chapa, o deputado estadual Jânio Natal (PTN) encaminhou uma carta de renúncia ao presidente da Câmara Municipal, Aelson Matos.

Natal se diz “orgulhoso, agradecido e honrado” por ter sido eleito e justifica que “por relevantes motivos de foro íntimo”, se vê “forçado” a optar por concluir o mandato parlamentar. “Gostaria, sem a menor dúvida, de administrar pela terceira vez a minha terra natal; entretanto, sinto-me reconfortado pela certeza de que Belmonte e seu povo não serão prejudicados, pois Janival é um administrador sério, competente, comprometido com nossa gente e referendado pelos mais de 4.900 votos que recebeu quando foi candidato a prefeito do município, pela primeira vez”, argumenta.

O deputado também defende que sua presença na AL-BA é benéfica para o município. “Com a minha permanência na Assembleia Legislativa, os belmontenses terão muito mais chance de ver realizado o sonho da estrada Belmonte/Canavieiras; o nosso gabinete continuará ajudando as famílias de Belmonte a conseguir, em Salvador: cirurgias, internamentos, exames e outros procedimentos médicos; poderemos dar agilidade às aposentadorias de funcionários do estado e outros pleitos em diversos órgãos estaduais e até federais, além de podermos continuar contemplando Belmonte todo ano com R$ 1.400.000,00, através de emendas parlamentares, valor que torna possíveis muitas obras e serviços importantes”, exemplificou. Do Bahia Notícias.

Back To Top