skip to Main Content
2 de março de 2021 | 10:16 am

RONDESP FAZ REVISTA NO PRESÍDIO DE ITABUNA

Tempo de leitura: 2 minutos
Fachada do presídio de Itabuna.

Fachada do presídio de Itabuna.

Policiais da Rondesp Sul (Polícia Militar) fizeram, nesta manhã de quinta (19), revista no Conjunto Penal de Itabuna, o que ocorre após confusão entre integrantes de uma facção criminosa, na última terça (17). O tumulto foi controlado rapidamente por agentes penitenciários e policiais militares.

O presídio itabunense é o que mais traz preocupação ao Ministério Público Estadual (MP-BA), segundo a procuradora-geral de Justiça, Ediene Lousado. “A  situação que mais preocupa é a de Itabuna por conta das facções”, disse Lousado ao Bocão News, ontem. São três facções criminosas em Itabuna, todas com internos no conjunto penal: Raios A e B e, a mais recente, a DMP.

Ediene, do MP: situação preocupa por causa de facções (Foto MP-BA).

Ediene, do MP: situação preocupa por causa de facções (Foto MP-BA).

O presídio de Itabuna também enfrenta superlotação. A unidade possui mais que o dobro de internos (1.320) para a qual foi projetada (574). Na última terça (17), a superlotação foi tema de reunião de emergência da OAB de Itabuna.

“O número de internos no presídio se aproxima do triplo da sua capacidade e a onda de rebeliões [no país] tem assustado a todos e é preciso medidas urgentes para conter essa violência e resguardar a integridade física dos internos”,  disse o presidente da OAB de Itabuna, Edmilton Carneiro.

Segundo Carneiro, a entidade local criou comissão que enviará à  OAB baiana as sugestões para que trabalhe pela implantação da audiência de custódia em Itabuna, além de agendar um encontro com juízes da Vara Crime para discutir a implantação de medidas em caráter de urgência para a solução dos problemas apontados.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top