skip to Main Content
21 de setembro de 2020 | 12:48 pm

ILHÉUS FECHA MAIS DE MIL POSTOS DE TRABALHO COM CARTEIRA ASSINADA

Tempo de leitura: 2 minutos

 

desempregoSegundo maior PIB (Produto Interno Bruto) do sul da Bahia, Ilhéus obteve resultado negativo na geração de empregos com carteira assinada em janeiro, segundo o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Fechou 103 postos de trabalho no mês passado. O número é pior se levado em conta o período de 12 meses, quando a economia perdeu 1.044 postos de trabalho.

O corte acima de mil empregos formais é resultado de 7.029 admissões e 8.073 demissões no período. O setor de serviços responde por quase 40% do corte de postos no ano passado (limou 395 empregos no período).

Já quando levado em conta o primeiro mês deste ano, o setor de serviços fechou no azul, mas timidamente – apesar da alta estação. Porém, construção civil, comércio e indústria desafinaram.

De acordo com o Ministério do Trabalho e Emprego, o setor de serviços abriu 21 vagas e a agropecuária criou outros 4. Na contramão, a construção civil fechou 73 postos de trabalho, seguido de comércio (-30) e indústria de transformação (-23).

ITABUNA

Itabuna também fechou no vermelho em janeiro, conforme o Ministério do Trabalho. O município cortou 42 postos de trabalho no primeiro mês do ano.

Os setores da construção civil e de serviços foram os maiores responsáveis pelo desempenho ruim. Cortaram, respectivamente, 32 e 21 postos de trabalho.

O comércio mostra recuperação com a abertura de 19 novas vagas no primeiro mês do ano. Com 10 novos postos, a agricultura também fechou no azul em relação a empregos com carteira assinada.

Já no acumulado dos últimos 12 meses, Itabuna criou 123 novos empregos – 10.402 admissões ante 10.279 desligamentos no período.

Como o PIMENTA mostrou em janeiro, o resultado positivo na geração de empregos nos últimos meses tem a ver com as contratações feitas pela Tel Centro de Contatos. A empresa de telemarketig criou mais de 1,5 mil empregos no período de mais de um ano. Já neste início de ano, a Tel deu freio nas contratações.

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Ainda bem que,neste país escreve o que quer,feliz nação,o que reina é liberdade de ideias e pensamentos. Mas o importante é saber destravar os significado dos signos ou seja a linguagem.

    O que infelizmente são atributos de poucos,veja que a notícia em tela,induz a ser verdadeira,porém,com raríssima exceção,todas são ideológicas,ou seja,enganar o leitor.

    Há 14 anos o que a mídia propagava era emprego que sobrava e que faltava até mão de obra,era notícia de cunho ideológica,ou seja falsa,pelo qual,em cada família existia um desempregado se a mesma fosse de três pessoas, se fosse maior era dois desempregados.

    O desemprego aqui na nossa região tá quanto antes,ou seja,nestes 14 anos,cada uma família tem um desempregado ou mais,se a mesma for maior. Os tempos de emprego e riqueza acabou com o fim da pujança do cacau,era 4OO mil famílias empregadas.

    O comércio local absolvia a mão de obra,era forte e robusto,uma região rica que
    gerava emprego e renda e não existia propaganda ideológica pra aplicar lavagem
    cerebral no povo,estes fracos são o público alvo da ideologia fascista destes
    últimos 14 anos de PT.

    Portanto,esta notícia é falsa,só sobre poem,nas mentes fracas,incapazes de acreditar em se mesmo,só basta olhar pra própria família,mesmo assim não basta,
    olhe pra família de seus vizinhos.Quem sabe um dia aprenderá entender os signos da linguagem?

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top