skip to Main Content
8 de março de 2021 | 09:56 am

DATAFOLHA: 34% TÊM VERGONHA DE SER BRASILEIRO

Tempo de leitura: < 1 minuto

vergonhadeserbraO Instituto Datafolha fez pesquisa, nos dias 26 e 27 de abril, para aferir intenções de voto para a presidência da República e também feriu a quantas anda o tal orgulho de ser brasileiro. Dos entrevistados, 63% dizem se sentir orgulhosos do seu país. Porém, o universo dos que têm vergonha de aqui ter nascido alcançou 34%, de acordo com o instituto. Em fevereiro de 2015, não passava de 24%.

A mesma pesquisa apontou que 20% dos entrevistados consideraram ruim morar no país. Outros 26% opinaram como regular. Para 54%, é bom ou ótimo viver na Terra Brasilis. Em fins de 2016, o percentual dos que consideravam bom ou ótimo aqui morar eram 61%, ainda de acordo com o Datafolha, que ouviu 2.781 pessoas em 172 municípios. A pesquisa, publicada pela Folha, tem margem de erro de 2 pontos percentuais.

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Muito antes do PT atingir o cume no Brasil,segundo seu Lunga,o Brasil era conhecido na Europa como Pais de ladrões,após o PT “governar 14 anos” veja o que
    o Brasil se transformou,Pais de saqueadores e assaltantes de estradas,segundo o Dr.Celso de Melo,ministro do Supremo Tribunal Federa.

    Hoje na visão dos europeus e o mundo,o povo brasileiro são bandidos mesmo,salvo algumas exceções,só olhar última pesquisa do próprio Jornal, maior ladão,canalha
    chefe da corja de bandidos lidera a pesquisa pelo próprio povo,a ocupar o mais elevado cargo do Brasil. Lula Lalau,resto de excrementos humanos,presidente do Brasil,se seu Lunga fosse vivo,Ele iria dizer que piorou a roubalheira com o PT,o que a boca de crocodilo limpa rouba tudo pela frente,até os sonhos das crianças e adolescentes.

    Se queres restituir a alta-estima do povo prenda já Lula Lalau e Dilma Ladra,os
    demais pode soltar,exemplo é cadeia para o mentor,criador de se manter no poder
    para não ser atingível com as roubalheiras e sua legião de bandidos

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top