skip to Main Content
16 de abril de 2021 | 01:22 pm

O CORAÇÃO GENEROSO DE MORO, SEGUNDO MPF

Tempo de leitura: < 1 minuto

moro ag brasilA decisão do juiz federal Sérgio Moro pela absolvição de Cláudia Cruz das das acusações de lavagem de dinheiro e evasão de divisas gerou atrito com o Ministério Público Federal (MPF). Uma delas, irônica:

– Achamos que ela (a absolvição) decorre mais do coração generoso do juiz envolvendo a esposa de uma pessoa sabidamente ligada à corrupção – alfinetou o procurador federal Carlos Fernando dos Santos Lima, um dos nomes mais conhecidos no MPF na Operação Lava Jato.

 

Cláudia Cruz é esposa do deputado federal cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ex-presidente da Câmara dos Deputados. As acusações contra Cláudia decorrem de manutenção de 1 milhão de dólares em conta na Suíça. Parte do dinheiro, segundo o MPF, era usada para bancar os gastos da jornalista com bens de alto valor.

Esta publicação possui 3 comentários
  1. Cunha preso falou: – Não mexam com a minha mulher. Então Moro obedeceu. Cunha sabe muito e envolve o alto tucanato. Cunha queria fazer uma delação premiada e Moro não aceitou. Cunha pode falar de juízes, procuradores, ministros do STF, governadores e políticos paulistas e todos envolvidos em falcatruas. Contudo, Moro não quer ouvir… $erá por que? Fachim foi quem conseguiu quebrar o direcionamento tendencioso de Moro.Moro protege, TEMER, CUNHA E O AMIGO AÉCIO ! São fatos. A mulher de Cunha gastava 5 a 10 milhões em cartões de crédito. Tem conta no exterior sem declaração no Brasil. Recebia recursos de empreiteiras…

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top