skip to Main Content
9 de agosto de 2020 | 11:26 pm

O AUMENTO DA VERGONHA

Tempo de leitura: 2 minutos

josé januárioCabo Neto

 

Ao votar um aumento disfarçado de revisão, eles atacam a confiança daqueles que votaram suscitando mudanças significativas na política local.

 

Em ação descabida e vergonhosa, a atual legislatura da Câmara Municipal de Itabuna abre votação e, por 19 votos a 0, aprova “a revisão” dos próprios salários.

Em tempos de crise moral e instabilidade entre a classe política e a sociedade, os edis itabunenses demonstram total descompromisso com o município.

Isso mesmo!

Ao votar um aumento disfarçado de revisão, eles não somente atacam a Constituição Federal e a Lei de Responsabilidade Fiscal, como também, a confiança daqueles que votaram suscitando mudanças significativas na política local.

Fachada do Espaço Cultural, que abriga a Câmara de Vereadores (Foto Pedro Augusto).

Fachada do Espaço Cultural, que abriga a Câmara de Vereadores (Foto Pedro Augusto).

O termo revisar é autoexplicativo. Revisar é rever algo que você ou outrem tenha realizado, mas, nesse caso – e juridicamente conceituando, o termo revisar é impróprio e antijurídico, pois a Carta Magna (Constituição Federal) e a Lei Complementar 101/2000 vedam tal ação legislativa, tornando-a nula.

Há uma enorme crise financeira incessante na Santa Casa de Itabuna.

Há um aumento/aditivo significativo na prestação de coleta de lixo no município, o qual merece publicidade e investigação nos contratos.

Há uma crise educacional, escolas municipais fechando e alunos sendo redirecionados para outros ambientes escolares.

E os nobres edis, votam REVISÃO salarial!!?

É VERGONHOSO e ULTRAJANTE!

Cabo Neto é bacharel em Direito e policial militar.

Esta publicação possui 9 comentários
  1. Falta de vergonha.Esses vereadores não tem humanidade. Do jeito que está o Brasil e Itabuna era para eles reverem e sensibilizar com a situação. Mas não, cada um só olha para seu umbigo.
    Agora esses eleitores daqui são idiotas teriam que ir a Câmara gritar como fez uma cidade no Piauí.

  2. O GACC (GRUPO DE APOIO A CRIANÇA COM CÂNCER DE ITABUNA) TEM 10 UNIDADE DE CTIS PEDIÁTRICAS COMPRADAS E PAGAS, QUE ESTÃO EMBALADAS HÁ MAIS DE 01 (UM) ANO, ESTA CÂMARA TEM CONHECIMENTO DISTO E ATÉ O PRESENTE MOMENTO NÃO TOMOU NENHUMA PROVIDÊNCIA PARA A INSTALAÇÃO DESTAS CTIS. ENQUANTO ISTO MORREM CRIANÇAS QUE PODERIAM SER SALVAS SE AS MESMAS ESTIVESSEM FUNCIONANDO, ONDE ESTA A NOSSA CÂMARA E A SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA DE ITABUNA ?(ACI, SIND. DO COMERCIO, CDL,CLUBES DE SERVIÇOS,CONSELHOS MUNICIPAIS INCLUSIVE O DE SAÚDE E ETC), AS REAIS PRIORIDADES FICAM DE LADO, MAS AUMENTO DE SALÁRIO É FEITO NA CALADA DA NOITE, TEMOS TAMBÉM O CASO DO FECHAMENTO DO HOSPITAL SÃO LUCAS, SERÁ QUE A POPULAÇÃO DE ITABUNA VAI FICAR OMISSA?

  3. O que penso sobre os salários dos Vereadores. As questões são as seguintes:

    1o. O “problema” (?) que que o repasse da prefeitura, por lei, de 7% da arrecadação mensal … é MUITO DINHEIRO, e tem que ser “utilizado”! Então os edis só tem uma dessas três coisas a fazer: a) aumentar os seus salários; b) fazer muitas viagens para encontro de vereadores, c) ou devolverem os valores excedentes ao caixa do município! É quase impossível, isso acontecer. Em algum tempo atrás, um presidente de Câmara, devolveu um milhão ao executivo. Sabe o que foi feito?
    Então: o PROBLEMA (????) no. um das Câmaras Legislativas, é que elas recebem, por baixo. 7% da arrecadação mensal do Executivo. Imagina aí, as Assembleias Estaduais? E a Câmara Federal… Logo, esse dinheiro só serve mesmo para “fazer farra” e aumentar os salários dos legisladores… cuja maioria, não sabem fazer um ofício!!!O que se deve questionar, não é tanto “o salário” do edil, do deputado, mas, A RECEITA PERCENTUAL que entra nas Câmaras Legislativas.

    2 – NO Caso do aumento dos Vereadores de Itabuna – Em parte tem sentido (já que o dinheiro (repasse) precisa ser “utilizado”, que eu saiba, nos quatro anos, (ou oito?) da(s) última(s) Legislatura, não houve nenhum aumento. Verdade!!! Ou não?
    Talvez, aí, Sr. Cabo Neto, entre o termo “revisão”!

    3 – E ai do Prefeito que não repassar esses 7% (sete por cento) à Câmara!!! Por “lei”, ele cai, vertiginosamente, no “dia seguinte” na 1a. sessão, pelos vereadores. Ou seja, essa VERBA (Verbão) é o COMPROMISSO PRINCIPAL (“por lei” rssss) que um prefeito tem no Município. Obrigatoriamente, tem que estar de bem($) com os vereadores!!!!

    4 – “Por Lei” rssss (eita brasil!!), vereadores não tem nenhuma obrigação de “consertar rua”, fazer qualquer melhora na cidade. Aquele dinheiro é só deles! Por isso, que quase todo mundo quer ser vereador (digo: político). Mas é bom que se diga, que, só quem se elege é quem tem “petrobrás$, por trás, cigano, ou “tráfego” (?) que o alimente.

    REFORMA POLÍTICA, JÁ! Nada de “fora temer”! “Arrepare”: acabou! Todos fazem parte de um só projeto de delapidação do ESTADO BRASILEIRO.
    OXENTE!!!! MIL VEZES, MIL VEZES, MIL VEZES, O GOVERNO MILITAR!!!
    “Sô! Mas quem não é”!?

  4. O salário de vereador em Itabuna já era “excessivo” pela falta de efetividade desses “edis”. Produzem quase nada, quando aparecem na mídia geralmente é para “apl$udir” prefeito, distribuir titulos de “cidadão” para seus amiguinhos e c$laboradores, etc., etc. Infelizmente a população vota em um monte de “Zé das Couves” sedentos de colocar um paletó, comprar carro zero, construir uma casinha de praia etc. Não fazem a menor idéia do que realmente vão fazer na Câmara, Tem de fazer caixa para pagar conta de luz, botijão de gás, gasolina para transportar pacientes para hospital, distribuir cesta básica. Com honrosas exceções ESSE É O PERFÍL DO VEREADOR HOJE EM DIA!!! Ahh Cabo Neto, parabéns pelo artigo!!!!

  5. Diante de falta de caráter de elementos do Tribunal Eleitoral Corte Maior do Brasil que sentenciou a corrupção como legal,o quanto a Câmara de Vereador e tal
    ação comentadas de imoral,seria melhor olhar mais adiante e refletir.

    E cada um fazer justiça com as próprias mãos,não chegar na urna e votar nulo,não
    deixar de ir na urna,é ir e não votar em ladrões e refletir;não votar em bandidos,sempre tem uma opção ex; aqui em Itabuna teve (9) candidatos a prefeito e maioria votou nu pior e estava respondendo por corrupção na Justiça.

    Dilma e Temer respondendo na mesma justiça por corrupção e farta prova concreta
    de corrupção e a mesma justiça inocentou,a justiça é inerte morta,quem dá vida a
    mesma são os viventes e se estes viventes são os próprios ladrões a quem cabe
    apelar?

    Votar certo,dentre tantos,escolher o menos ruim,aquele nome que não gosta de ladrão,nunca se envolveu com os mesmos e nunca foi candidato a nada,é um bom início,vou seguir esta ideia.

    O quanto os vereadores,seria bom escolher candidato que nada quer ganhar para exercer o ofício tão nobre que dispensa remuneração,existe candidato que pensa assim.

    Só basta escolher 21 candidatos com este perfil,pode inserir este comentarista e de quebra poderia escolher um gestor de Taboca que pensa assim. São pessoas que
    pensa pelo o que pode fazer por Itabuna e nunca jamais tirar um centavo do dinheiro do povo.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top