skip to Main Content
1 de março de 2021 | 06:42 am

HOMEM É PRESO ACUSADO DE PARTICIPAÇÃO NA MORTE DE TESOUREIRO DO PT

Tempo de leitura: 1 minuto
Márcio é acusado de participar de latrocínio de tesoureiro em São Gonçalo dos Campos.

Márcio é acusado de participar de latrocínio de tesoureiro em São Gonçalo dos Campos.

A Polícia Civil prendeu mais um envolvido na morte do tesoureiro do PT em São Gonçalo dos Campos, região de Feira de Santana. Márcio Lopes Dantas, o Mamau ou Boró, de 38 anos, é acusado de participação do latrocínio de Márcio Machado da Silva. O mandado de prisão preventiva foi cumprido ontem (12) por investigadores.

O crime ocorreu no dia 30 de junho de 2011. Segundo a polícia, Márcio Boró, dirigindo um automóvel GM Monza, de cor vermelha, levou os comparsas André Luís Conceição Gomes, Reinaldo de Oliveira Souza, o Dida, e Anderson dos Santos Ribeiro, o Li, até a residência do tesoureiro. Anderson é primo da vítima.

Enquanto Márcio Boró permaneceu no veículo, Anderson, André e Reinaldo invadiram o imóvel e, usando máscaras, renderam o tesoureiro e a mulher dele. Ao ver o trio estuprando sua mulher, a vítima reagiu e entrou em luta corporal com Anderson, conseguindo retirar seu capuz. O tesoureiro foi morto para não denunciar o primo.

Anderson, André e Reinaldo foram presos poucas semanas depois e estão no Presídio de Feira de Santana. Na época, eles confessaram que cometeram o crime porque acreditavam que a vítima guardava uma grande quantia em dinheiro em casa.

Márcio também será encaminhado ao presídio de Feira. Ele chegou a se entregar à polícia em 2011, assim que teve sua foto revelada, mas acabou solto.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top