skip to Main Content
25 de fevereiro de 2021 | 04:45 am

MÉDICO É PRESO ACUSADO DE APLICAR O GOLPE DA “COMPRA PREMIADA”

Tempo de leitura: < 1 minuto

Um médico plantonista do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) de Araci, município distante 217 quilômetros de Salvador, foi preso, na segunda-feira (14), acusado de ter dado um prejuízo de mais de R$ 2 milhões em Barreiras e região com o golpe da “Compra Premiada”. O anúncio foi feito, nesta quarta (16), pelo delegado Rivaldo Luz, coordenador da 11ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Barreiras).

O clínico geral Edson Teotônio de Moura Luz criou uma empresa de consórcios de motocicletas, em Barreira, com atuação nos municípios do entorno, que trazia uma atração a mais, se comparado com outros consórcios: o cliente, de acordo com o regulamento, deixava de pagar as prestações restantes quando fosse sorteado, independente da quantidade de meses que ainda deveriam ser pagas.

Um mandado de prisão preventiva, solicitado pela Coorpim/Barreiras, e deferido nesta semana, pela Vara Criminal da Comarca, foi cumprido com o apoio de policiais da 15ª Coorpin, de Serrinha, na própria clínica em que o médico fazia plantão.

Custodiado na unidade de Serrinha, o doutor Edson Teotônio seria recambiado hoje para Barreiras, onde prestará depoimento, explicando, exatamente, como funcionava o esquema. O delgado Rivaldo Luz disse que as investigações continuam para identificar e localizar outros integrantes do consórcio.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top