skip to Main Content
29 de setembro de 2020 | 02:47 pm

SESSÃO ESPECIAL NO CASTRO ALVES COMEMORA 50 ANOS DO IPAC

Tempo de leitura: 2 minutos

sessão ipacA Assembleia Legislativa da Bahia fará sessão especial em homenagem aos 50 anos de fundação do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC). A sessão ocorrerá nesta quarta (13), às 19h, por sugestão do deputado estadual Rosemberg Pinto (PT). A entrada é gratuita, respeitando a lotação do espaço e retirada de ingressos na bilheteria do teatro.

A sessão terá cortejo Afro e Núcleo de Ópera da Bahia com o show em CorteGil, toques de abalês, baianas, Festa do Bembé, Lidro do Amor, Mandus e Caretas da Festa D’Ajuda de Cachoeira e a Marujada de Saubara. As apresentações culturais terão como mestres de cerimônia Júnior e Mainha da dupla Frases de Mainha. Ainda na entrada do foyer do TCA, o livro Festa da Boa Morte do IPAC será distribuído ao público.

O IPAC, afirma Rosemberg Pinto, tem sido pioneiro em várias atuações, a exemplo da sua atuação para proteger um Ofício no Brasil, o Ofício de Vaqueiros. “Temos motivos suficientes para comemorar essa data, já que a autarquia do nosso Estado foi pioneira em diversas ações como, por exemplo, cuidar das manifestações populares como patrimônio cultural protegido pelo poder público, enquanto a Constituição Federal só veio tratar desse segmento anos depois, em 1988”, lembra o parlamentar.

O Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), autarquia hoje vinculada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, atua de forma integrada e em articulação com a sociedade e os poderes públicos municipais e federais, na salvaguarda de bens culturais tangíveis e intangíveis e na política pública estadual do patrimônio cultural.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top