skip to Main Content
3 de agosto de 2020 | 06:19 pm

ESTADO MANTERÁ FUNCIONÁRIOS EFETIVOS E CONTRATADOS DO REGIONAL, DIZ VILAS-BOAS

Tempo de leitura: 2 minutos

Secretário diz que Estado manterá efetivos e contratados || Foto Mateus Pereira/GOVBA

Após reunião mantida com o governador Rui Costa e o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre Sousa, o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, disse que não há motivo para apreensão por parte dos servidores estaduais lotados no Hospital Geral Luiz Viana Filho. A unidade serão transformada em hospital unidade pediátrica com a inauguração do Hospital do Cacau.

De acordo com o secretário, “uma parte dos atuais servidores lotados no Hospital Luiz Viana Filho será realocada para o Hospital Costa do Cacau e outra parte ficará na unidade, que permanecerá aberta, com atendimento pediátrico, até o início da reforma que vai transformar o atual hospital em unidade materno-infantil municipal.”

Fábio Vilas-Boas explicou que durante o período de obras no Hospital Luiz Viana Filho, os servidores que não forem transferidos para o Costa do Cacau serão cedidos às unidades municipais da rede de saúde de Ilhéus. “Ao fim do período de realização da obra, que será custeada pelo governo do Estado, esses servidores retornarão ao Luiz Viana, já transformado em hospital materno-infantil”, acrescentou.

No caso dos servidores de áreas administrativas do Hospital Geral Luiz Viana, eles podem espontaneamente optar pela transferência para outras unidades do Governo do Estado da Bahia instaladas no município ou na Região Sul. O secretário confirmou que a Superintendência de Recursos Humanos (SUPERH) da SESAB coordenará o processo de transição dos funcionários a partir desta semana.

TERCEIRIZADOS

No caso dos funcionários terceirizados que prestam serviços ao Hospital Geral Luiz Viana, o secretário Fábio Vilas-Boas afirmou que “serão readmitidos, majoritária e preferencialmente, nas vagas disponibilizadas no Hospital Regional Costa do Cacau.”

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top