skip to Main Content
4 de agosto de 2020 | 11:00 pm

CGU DETECTA FRAUDE EM 1,3 MIL BENEFÍCIOS DO BOLSA FAMÍLIA EM ITABUNA E ILHÉUS

Tempo de leitura: 2 minutos

CGU detecta fraude no Bolsa Família em Itabuna e Ilhéus||Foto imagem ilustrativa da CGU

O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) encontrou irregularidades em 760 benefícios do programa Bolsa Família em Itabuna e determinou o imediato cancelamento do pagamento. Outros 2.049 benefícios foram bloqueados até que os seus responsáveis façam o recadastramento para confirmação de dados.
Agora, a CGU investiga quem são exatamente as 760 famílias que recebiam o pagamento irregularmente. Por enquanto, sabe-se que são pessoas que passaram informações falsas sobre a renda no momento do cadastro pela Secretaria Municipal de Assistência Social. Itabuna tem 18.418 famílias recebendo Bolsa Família.
Em Ilhéus, 667 famílias contempladas irregularmente tiveram os cadastros cancelados e também estão sendo investigadas. Outras 1.706 tiveram o benefício suspenso e terão que fazer o recadastramento. Se condenadas ao final do processo, as famílias que receberam o Bolsa Família irregularmente terão que devolver o valor integral. Ilhéus tem 18.112 famílias cadastradas no programa federal.
OUTROS MUNICÍPIOS
No sul da Bahia, o pente fino da CGU detectou irregularidades no pagamento do Bolsa Família em praticamente todos os municípios. Foram cancelados benefícios localidades como Almadina (53), Aurelino Leal (61), Arataca (68), Barro Preto (57), Buerarema (67), Camacan (154), Canavieiras (127), Coaraci (147), Floresta Azul (42), Ibicaraí (117), Ibirapitanga (62) e Itacaré (106).
Também foram cancelados benefícios em localidades como Itagibá (69), Itajuípe (65), Itapé (34), Itapitanga (40), Jussari (51), Mascote (58), Pau Brasil (52), Santa Luzia (52), Ubatã (46), Una (119), Uruçuca (98) e Ubaitaba (75). Na Bahia, 55.675 famílias tiveram os cadastros cancelados e outras 172.288 foram bloqueadas. No segundo caso, as famílias terão um prazo para atualizar os dados e voltar a sacar o dinheiro. O processo de cadastramento e recadastramento é de responsabilidade dos municípios.

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Deveria ter um 0800 para denúncia tenho uma vizinha que tem condições com carro novo na garagem e casa de praia que recebe bolsa família com o consentimento da secretaria de desenvolvimento social é um absurdo.

  2. Existe sim um 0800 para denúncia… e recebemos várias do MDS aqui na cidade de Itabuna. A Ouvidoria do MDS é o canal para o registro de denúncias de recebimento indevido de benefícios. As denúncias podem ser feitas pelo telefone 0800 707 2003 (opção 5) ou por formulário eletrônico .
    Gestora do Bolsa Familia em Itabuna

  3. Pelo que vejo não escapou um. Fiquei a imaginar Mascote:que é tão pequeno que quando se coloca um jumento dentro, o rabo e a cabeça ficam de fora, falo da área urbana, porque a extensão territorial é grande, detectou-se espertalhões. Com isto se percebe que a “questão de sempre se dar bem em tudo” está intrínseco no sangue brasileiro.
    Que vergonha!

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top