skip to Main Content
21 de janeiro de 2021 | 08:04 am

JUSTIÇA DECRETA PREVENTIVA DE PEDREIRO ACUSADO DE JOGAR ÁGUA QUENTE EM MULHER

Tempo de leitura: < 1 minuto

Acusado de agressão contra mulher seguirá preso em Itabuna

A justiça de Itabuna decidiu transformar de provisória para preventiva a prisão do pedreiro Marcos Antônio dos Santos de Assis, 43 anos, que é acusado de jogar água quente e espancar a agente comunitária de saúde Rosimeire Castro da Silva, 36 anos. A agressão ocorreu na noite de terça-feira (13), no bairro São Pedro, durante uma briga do casal.
De acordo com a polícia, o homem disse que a briga com a mulher começou depois de uma crise de ciúmes. O pedreiro tentou culpar a própria Rosimeire Castro pelos ferimentos, alegando que ela tentou jogar uma jarra de água quente nele. O acusado disse que, ao tentar se defender, acabou queimando a vítima. A versão não convenceu a polícia.
A polícia informou que Marcos Antônio já foi preso anteriormente por porte ilegal de arma de fogo. Por causa das agressões contra Rosimeire, o pedreiro responderá por lesão corporal, ameaças e injúria. Além disso, será indiciado com base no artigo 7ª  da Lei Maria da Penha. Ele será encaminhado para o Conjunto Penal de Itabuna.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top