skip to Main Content
16 de abril de 2021 | 10:13 am

VIGILANTES SÃO PRESOS EM ITABUNA ACUSADOS DE FURTAR COMBUSTÍVEL DA TRANSPETRO

Tempo de leitura: 2 minutos

Cinco são presos em flagrante por furto de combustível|| Foto Divulgação

Policiais da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe/Cacaueira) prenderam em flagrante cinco homens que estavam furtando combustível de uma unidade da empresa Transpetro, as margens da BR 415, em Itabuna, na noite de sexta-feira (16). Entre os detidos estão dois vigilantes que deveriam impedir a ação criminosa, mas que são acusados de fazer parte da quadrilha.

Vigilantes foram presos em flagrante|| Foto Divulgação

Os presos em flagrante são os vigilantes Alberto Batista do Nascimento e Carlos Alves Guimarães,além de Antônio Andrade Santos, Adenilson Barros Santos e Agnaldo dos Santos. De acordo com a polícia, eles foram detidos no momento em que praticavam o furto de 1.285 litros de álcool e gasolina. Com o grupo foram apreendidos cinco veículos, dois revólveres calibre 38, dois coletes balísticos, diversas bombonas para acondicionar o combustível e R$4.386.

Material apreendido com os acusados|| Foto Divulgação.

Um sexto suspeito de participar da ação criminosa está sendo procurado pela polícia. Trata-se do vigilante Urânio Carlos de Morais Brito. A polícia suspeita que os homens vinham agindo há muito tempo e fazem parte de uma quadrilha especializada no furto e comercialização de combustíveis.

Carros usados no transporte dos combustível  furtado|| Foto Divulgação

De acordo com o major Sandro Ferreira Lopes, comandante da unidade, os polícias agiram rapidamente e evitaram um grande prejuízo a empresa e um risco para a população. “Esse combustível seria comercializado ilegalmente e seria armazenado de forma improvisada, com um alto risco de causar explosão e incêndio “, disse Lopes.
Os homens e todo o material apreendido foram apresentados na 6ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior(Coorpin/Itabuna). “Eles agora vão responder por furto qualificado e associação criminosa. Antônio Andrade já tinha sido preso por envolvimento no tráfico de drogas”, explicou o delegado André Aragão, titular da 6ª Coorpin.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top