skip to Main Content
11 de agosto de 2020 | 08:17 pm

VACINAÇÃO CONTRA GRIPE COMEÇA NA SEGUNDA EM 417 MUNICÍPIOS BAIANOS

Tempo de leitura: 2 minutos

Vacinação começa nesta segunda em municípios baianos

Começa na segunda-feira (23), em Itabuna, Ilhéus e em outros 415 municípios baianos, a 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. A mobilização seguirá até 1º de junho, sendo que 12 de maio será o dia de mobilização nacional.
No grupo prioritário da campanha estão pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses aos menores de cinco anos, trabalhadores de saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), detentos e funcionários do sistema prisional.
Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais também devem se vacinar. Este público deve apresentar prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) deverão se dirigir aos postos em que estão registrados para receberem a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.
VACINAÇÃO DENTRO DO PRAZO
O Ministério da Saúde (MS) alerta para que as pessoas se vacinem dentro do prazo da campanha para evitar gripe e seus possíveis agravamentos. É preciso que todos estejam devidamente protegidos antes do inverno chegar, já que a vacina precisa de 15 dias para garantir a proteção.

De acordo com o Ministério, a vacina contra gripe é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença, internações ou, até mesmo, óbitos. A dose protege contra os três subtipos A/H1N1; A/H3N2 e influenza B, que são os que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, segundo o MS.
MEDICAMENTOS INDICADOS
O MS informa que o uso do antiviral Oseltamivir (Tamiflu) é indicado para os casos de síndrome respiratória aguda grave e casos de síndrome gripal com condições e fatores de risco para complicações, de acordo com o Protocolo de Tratamento de Influenza 2015, do Ministério da Saúde.
No caso de pacientes com síndrome gripal, sem condições e fatores de risco para complicações, a prescrição do fosfato de Oseltamivir deve ser considerada por avaliação clínica. O tratamento deve ser realizado, preferencialmente, nas primeiras 48h após o início dos sintomas.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top