skip to Main Content
25 de fevereiro de 2021 | 05:29 am

DATAFOLHA TRAZ BOLSONARO COM 24%; CIRO, 13%; MARINA, 11%; ALCKMIN, 10%; HADDAD, 9%

Tempo de leitura: 2 minutos


A nova pesquisa Datafolha mostra Jair Bolsonaro (PSL) oscilando dentro da margem de erro e crescimento de 5 pontos de Fernando Haddad (PT) e três de Ciro Gomes (PDT) em relação ao último levantamento, de 21 de agosto. Bolsonaro saiu de 22% para 24%, enquanto Ciro Gomes vai de 10% para 13%, enquanto Marina Silva (Rede) caiu de 16% para 11%.
Geraldo Alckmin (PSDB) oscilou de 9% para 10%. Fernando Haddad (PT) foi quem mais cresceu percentualmente, saindo de 4% para 9%. Ele está, tecnicamente, empatado com Ciro, Marina e Alckmin.
Álvaro Dias tinha 4% na pesquisa anterior e oscilou para 3% nesta pesquisa, mesmo percentual de João Amoedo (Novo). Meirelles (MDB) também tem 3%. Meirelles e Amoêdo tinham 2%, cada um, no levantamento em 21 de agosto. Boulos (PSOL), Vera Lúcia (PSTU) e Daciolo (Patriota) têm 1% cada um. João Goulart Filho (PPL) e Eymael (DC) não pontuaram.
Brancos e nulos chegam a 15% e indecisos são 7% do universo pesquisado. Foram ouvidos 2.804 eleitores em 197 municípios nesta segunda (10). A margem de erro é de 2 pontos percentuais. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo BR 02376/2018, encomendada pela TV Globo e a Folha de São Paulo.
BOLSONARO LIDERA EM REJEIÇÃO
Líder em intenções de voto na corrida presidencial em cenário sem o ex-presidente Lula, que deverá ser substituído por Fernando Haddad (PT), Bolsonaro aparece em primeiro em rejeição: 43% dos eleitores dizem que não votariam nele. A rejeição é ainda maior entre as mulheres. Segundo o Datafolha, 49% delas não votariam no candidato do PSL.
Marina é rejeitada por 29% dos eleitores, conforme a pesquisa. A rejeição a Ciro caiu de 23% para 20%. A de Alckmin, de 26% para 24%. E a rejeição a Haddad saiu de 21% para 22%.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top