skip to Main Content
13 de julho de 2020 | 12:40 am

DEZ FUNCIONÁRIOS DA EMASA SÃO AFASTADOS POR DETERMINAÇÃO JUDICIAL

Tempo de leitura: < 1 minuto

Operação ocorreu na sede administrativa da Emasa || Foto Pimenta

Dez funcionários da Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa) foram afastados após operação das polícias civil e militar e do Ministério Público Estadual (MP-BA) nesta quarta (10). O afastamento foi determinado pelo juízo da 1ª Vara Criminal da Comarca de Itabuna. O processo corre em segredo de justiça.
O afastamento dos funcionários é temporário, segundo confirma a própria direção da Emasa. Ontem, além do afastamento, a justiça determinou a busca e apreensão de documentos na sede da empresa, na Rua São Vicente de Paulo, no centro da cidade.
A presidência da Emasa, por meio de nota, disse ter atendido “prontamente a ordem do Sr. Juiz de Direito da 1ª vara Criminal da Comarca De Itabuna/BA, colaborando com o cumprimento das diligências”.
A diretoria relaciona a ação a atos de gestões passadas, quando dois funcionários da empresa foram presos, em 2016, por atos de corrupção durante a mais grave crise de falta d´água no município. A diretoria disse que “reafirma o compromisso de colaborar com o Poder Judiciário com o fim de preservar a confiabilidade e imagem da empresa”.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top