skip to Main Content
18 de fevereiro de 2020 | 12:11 am

FESTIVAL GERA EMPREGO E RENDA E AQUECE ECONOMIA DE SERRA GRANDE

Tempo de leitura: 2 minutos

Moacyr (ao centro) destaca impacto positivo do Festival na economia de Serra Grande

O II Festival de Arte e Gastronomia de Serra Grande, promovido de 11 a 13 de outubro, em Uruçuca, movimentou a economia do balneário turístico sul-baiano, que tem cerca de 7 mil habitantes. Nos 3 dias, contou com palestras e atrações culturais, com organização da Oficina de Gastronomia e Construção Coletiva do Desenvolvimento e Prefeitura Municipal de Uruçuca.
O evento beneficiou a população com os recursos oriundos do grande fluxo de visitantes. Serra Grande tem vocação econômica voltada para o setor turístico e um dos legados que o Festival deixa para o setor econômico é justamente o despertar do espírito empreendedor, uma vez que muitas das pessoas que visitam a cidade acabam retornando.
O prefeito de Uruçuca, Moacyr Leite, aponta a identidade entre povo e evento e disse que o Festival aumentou faturamento de 70% das pousadas, restaurantes, bares e barracas de praia. O gestor explicou que a população continua se beneficiando mesmo depois do evento, pois o dinheiro continua a circular. Constatou também a vocação econômica aliada ao turismo. “Serra Grande é um distrito privilegiado, que consegue manter o turismo de preservação”, frisou Moacyr.
A diretora de Turismo de Uruçuca, Claudia Cruz, lembrou que o comércio de Serra Grande se manteve aquecido nos três dias de Festival, mesmo nesse período de instabilidade econômica pelo qual passa o país. “Esse movimento contribui para que a transição entre a baixa e a alta temporada tenha um fôlego a mais nos diversos setores da economia”, completou.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top