skip to Main Content
8 de maio de 2021 | 05:23 am

ILHÉUS PROMOVE "FESTE AFRO" PARA CELEBRAR DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

Tempo de leitura: 2 minutos

Ilhéus se prepara para Dia da Consciência Negra

Ilhéus vai celebrar o Dia Nacional da Consciência Negra com diversas atividades culturais nos próximos dias 20 e 21. Nessas datas haverá apresentações de dança, teatro poisia, capoeira, filmes, além de debates sobre a cultura e relevância histórica do povo da raça negra. As atividades serão realizadas no Teatro Municipal e no auditório Sosígenes Costa, na sede da Secretaria de Cultura de Ilhéus. O Dia da Consciência Negra é 20 de novembro.
O primeiro dia de evento, na terça-feira (20), às 16 horas, haverá roda de conversa entre dirigentes culturais locais, no auditório Sosígenes Costa. Logo depois, às 17h30min, o secretário Municipal de Cultura, Pawlo Cidade, fará a apresentação do Programa de Fomento Afro Cultural de Ilhéus (Pro Afro Ilhéus). Em seguida, às 19 horas, acontecerá o Fest Afro Ilhéus, com apresentações artísticas de dança, teatro, poesia e capoeira, no Teatro Municipal.
Na quarta-feira, dia 21, está previsa a segunda rodada de Fest Afro Ilhéus, com apresentações musicais de hip-hop, reggae e música afro. Entre os intervalos dos shows serão exibidos vídeos alusivos à comemoração.  “A proposta visa ao reconhecimento e resgate dos valores da cultura negra na formação da nossa cultura e identidade, trazendo uma reflexão na busca pela participação igualitária da comunidade negra na sociedade”, afirma o secretário Pawlo Cidade.
ZUMBI DOS PALMARES
O Dia da Consciência Negra foi oficialmente instituído em âmbito nacional por meio da lei número 12.519/11, em memória de Zumbi dos Palmares, líder do Quilombo dos Palmares, que morreu em combate contra a escravidão dos negros no período colonial, em 20 de novembro de 1695. O momento suscita uma reflexão sobre a introdução do negro na sociedade brasileira, a desigualdade social patente no país e a valorização da cultura e do povo africano na formação da cultura brasileira nos âmbitos social, cultural e religioso.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top