skip to Main Content
10 de julho de 2020 | 06:42 pm

CEPLAC E SETUR CRIAM A TRILHA CIENTÍFICA DO CACAU EM ILHÉUS

Tempo de leitura: 2 minutos

Sede regional da Ceplac na Rodovia Ilhéus-Itabuna || Foto Pimenta/Arquivo

A Secretaria de Turismo e Esporte de Ilhéus (Setur) e a Ceplac iniciaram diálogo para formatar novo produto turístico para a região cacaueira, a “Trilha Científica do Cacau”. Dona do maior centro de pesquisa voltado à cultura do cacau – o Cepec, a Ceplac recebe, anualmente, média de 10 mil visitantes, segundo a instituição.
De acordo com o secretário de Turismo de Ilhéus, Alcides Kruschewsky, trata-se de roteiro temático que engloba aspectos da cadeia produtiva do cacau, sob uma perspectiva científica. Dentro do projeto, estão previstos a reabertura da hospedaria e do restaurante para turistas e visitantes.
A largada para o projeto ocorreu durante encontro na sede da Ceplac, situada no Km 22 da BR 415. Dele participaram o secretário de Turismo e Esporte de Ilhéus, Alcides Krushewsky, o diretor do Centro de Pesquisas do Cacau (Cepec), Raul René Valle, o pesquisador Dan Érico e o diretor de Agricultura da Prefeitura de Itabuna, Erlon Botelho, um dos idealizadores do projeto, além da equipe técnica da Setur, composta pelos turismólogos, Aidê Suzart, Ingrid Santana e Edjan Júnior.
De acordo com o secretário de Turismo de Ilhéus, Alcides Krushewsky, a Ceplac já atrai milhares de pessoas, entre turistas, estudantes e profissionais das áreas de ciência e tecnologia, que buscam conhecimento em prol da conservação ambiental, visando ao desenvolvimento da atividade agroeconômica sustentável. “Formatar esse produto traz benefício para nossa cidade e será mais uma opção de lazer para os turistas que visitarem Ilhéus” enfatiza.
VISITAS
Atualmente, já existe uma visita ao órgão, iniciada com um breve vídeo institucional, que mostra a história da instituição e as atividades desenvolvidas nas áreas de pesquisa biológica, extensão rural, atividade agronômica e educação. Após esse momento, os visitantes passam pelo setor de piscicultura, onde podem apreciar carpas, tilápias e tambaquis. Na roça de cacaueiros, dá para ver os clones resistentes à vassoura-de-bruxa, cuja tecnologia é gerada pela Ceplac.
Outros locais importantes fazem parte do roteiro, como o de beneficiamento, fermentação e secagem do cacau, laboratórios de Biotecnologia, Microbiologia, Fitopatologia Molecular, dentre outros, localizados no Centro de Pesquisas do Cacau (Cepec).

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top