skip to Main Content
20 de fevereiro de 2020 | 06:34 am

OS PREFEITURÁVEIS DO NOVO EM ITABUNA

Tempo de leitura: 2 minutos

Marco Wense

 

 

Edmilton Carneiro, Rafael Andrade e Ronaldo Abude integram a banda da política que ainda não apodreceu.

 

Em entrevista ao repórter Jota Silva, na Rádio Jornal de Itabuna, Gabriel Venturoli, presidente do Partido Novo na Bahia, falou sobre o comportamento que a legenda deve ter na sucessão do prefeito Fernando Gomes.

Satisfeito com a reunião em Itabuna, Venturoli disse que a agremiação partidária pretende disputar o cobiçado centro administrativo Firmino Alves na eleição de 2020.

Sobre coligações, o comandante estadual não descartou conversar com outras legendas, desde quando tenham posições e pensamentos bem parecidos com o Partido Novo.

Em relação as chamadas raposas políticas, deixou bem claro que quer distância. Não citou nomes, mas ficou subentendido que se referia aos ex-prefeitos da cidade e o atual, já alcaide por cinco vezes.

No que diz respeito ao governador Rui Costa (PT), reeleito para um segundo mandato consecutivo, não deixou nenhuma dúvida de que o Novo fará oposição.

No tocante ao governo Bolsonaro, como não houve nenhum questionamento, ficou no ar se apoia ou não. A reforma da Previdência não foi assunto da pauta.

Nas entrelinhas ficou claro que o advogado Edmilton Carneiro, presidente da OAB local, o médico Rafael Andrade e o empresário Ronaldo Abude são os prefeituráveis da legenda e os que vão ficar na linha de frente do Novo.

Portanto, mais um partido de olho na prefeitura de Itabuna, com um discurso que sempre atrai uma parcela significativa do eleitorado: a nova política.

O difícil é convencer os ressabiados de que não se trata de mais uma jogada de marketing. E aí não tem como não lembrar do surgimento do “Novo PMDB”. Deu no que: virou o MDB de Michel Temer, Moreira Franco, Eduardo Cunha, Sérgio Cabral, Pezão, Geddel e companhia Ltda.

Que o Novo não seja mais um no meio dessa enxurrada de legendas. A grande maioria com caciques que se acham proprietários do partido, usando esse controle para obter vantagens pessoais.

O Partido Novo em Itabuna tem tudo para dar certo. Não vai ser fácil. O saudoso jornalista Eduardo Anunciação dizia que o couro tem que ser de crocodilo para enfrentar o movediço e traiçoeiro mundo da política.

O Partido Novo está em boas mãos. Edmilton Carneiro, Rafael Andrade e Ronaldo Abude integram a banda da política que ainda não apodreceu.

O modesto Editorial do Wense deseja tudo de bom e uma caminhada sem muitos obstáculos.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

Este post tem um comentário

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top