skip to Main Content
28 de setembro de 2020 | 04:36 pm

ÍNDICE DE INFESTAÇÃO DO AEDES AEGYPTI EM ITABUNA É SUPERIOR A 8%

Tempo de leitura: < 1 minuto

Quantidade de casas com larvas do mosquito em Itabuna ainda é muito alto

Dados do Departamento de Vigilância Epidemiológica de Itabuna mostram que o índice de infestação predial do mosquito transmissor de doenças, como dengue, zica e chikungunya, está muito longe do recomendado pelo Ministério da Saúde. O Levantamento Rápido do Índice de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) encontrou larvas do mosquito em 8,3 imóveis de cada 100 pesquisados no último levantamento domiciliar.

O percentual considerado aceitável pelo Ministério da Saúde é de menos 1%, ou seja, de um imóvel infestado em cada 100 pesquisados. Apesar da grande quantidade de imóveis infestados, a situação em Itabuna já foi muito pior,  com índice que chegou a  26% em 2015. No ano passado, o percentual de infestação Aedes aegypti baixou para 13,1%.

Nos três primeiros meses deste ano foram notificados 62 casos suspeitos de dengue em Itabuna, mas somente 11 foram confirmados. Não há morte causada pela doença. Além de dengue, houve quatro notificações de zica, mas os resultados deram negativos. Não há casos de chikungunya no município.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top