skip to Main Content
7 de abril de 2020 | 10:27 pm

FLUMINENSE DE FEIRA E JACUIPENSE AVANÇAM PARA AS OITAVAS DA SÉRIE D DO BRASILEIRO

Tempo de leitura: 2 minutos

Flu de Feira avança na série D do Campeonato Brasileiro (tricolor)

A quinta-feira (20) foi 100% baiana na Série D do Campeonato Brasileiro de Futebol. Pela segunda fase da competição, Jacuipense e Fluminense de Feira venceram seus jogos e avançaram para as oitavas de final.

Jogando em Riachão do Jacuípe, o Leão grená bateu o Central-PE por 3 a 1 e, depois de ter perdido a primeira partida por 2 x 0, levou a definição do classificado para as penalidades e venceu de 5 a 3, assegurando a vaga. Enquanto em Feira de Santana, o Touro derrotou o Salgueiro-PE com um gol no apagar das luzes e também se garantiu na próxima fase.

Em Riachão do Jacuípe,  foram os pernambucanos que abriram vantagem. Após grande jogada pela direita, Joelson bateu cruzado, Jordan fez a defesa, mas no rebote Leandro não perdoou e mandou para o fundo das redes, aos 16: 1 a 0. O empate do time da casa demorou, mas veio ainda no primeiro tempo. Jhulliam aproveitou uma sobra na área e emendou de primeira para fazer um golaço no Eliel Martins e deixar tudo igual na marca dos 48 minutos.

A Jacuipense (de branco) garantiu vaga na próxima fase da série D

Os baianos voltaram do intervalo disposta a conquistar a vitória e a classificação. Aos 25, Wesley aproveitou um cruzamento rasteiro para fazer 2 a 1. Dez minutos depois, Thiago bateu pênalti como manda o manual: bola para um lado, goleiro para o outro e decisão por pênaltis garantida. Nas penalidades, o Jacuipense levou a melhor e venceu o Central por 5 a 3 carimbando a vaga para as oitavas de final da Série D.

FLU CONQUISTOU CLASSIFICAÇÃO NOS ACRÉSCIMOS

Foi sofrido, foi nos acréscimos do segundo tempo, mas o Fluminense de Feira está nas oitavas de final da Série D. Com o empate no primeiro jogo, baianos e pernambucanos foram mais conservadores durante boa parte do confronto desta quinta-feira.

Os torcedores já estavam se preparando para o sofrimento das penalidades, quando Alyson apareceu e fez tremer o Joia da Princesa. O relógio apontava quase 48 minutos da etapa complementar no momento em que o camisa 4 aproveitou um bate-rebate dentro da área para estufar as redes e colocar o Tricolor na próxima fase.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top