skip to Main Content
13 de abril de 2021 | 04:47 pm

ITABUNA REDUZ ÍNDICE, MAS 7,5% DOS IMÓVEIS ESTÃO INFESTADOS POR LARVAS DO AEDES AEGYPTI

Tempo de leitura: < 1 minuto

Agente durante trabalho de prevenção e combate ao mosquito || Foto Pedro Augusto

O Índice de Infestação Predial (IIP) pelo Aedes aegypti registrou nova queda em Itabuna, segundo levantamento realizado pela Coordenação do Programa Municipal de Combate às Endemias. Um levantamento rápido feito agora aponta que 7,5% dos imóveis no município apresentam larvas do mosquito que transmite dengue, chikungunya e zika vírus. O percentual é quase três vezes menor do que o registrado em janeiro de 2017, quando foi apurado que, de cada 100 casas, 23 apresentavam larvas do mosquito (23,3%).

“Em fevereiro de 2019 o índice estava em 8,3%, em maio 8,1%, em julho 7,9% e, agora, em outubro 7,5% de infestação predial”, comemora o coordenador do Programa de Combate às Endemias, Roberto Góes.

Os bairros com maiores índices de infestação neste período foram Corbiniano Freire (20%), Ferradas (17,24%), Novo Horizonte (15,15%), Nova Califórnia (14,28%), Maria Matos/Rua de Palha (14,28%), São Pedro (14,02), Sarinha (13,55%), Conceição (13,23%), Fonseca (12,85%) e Antique (12,5%).

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top