skip to Main Content
15 de julho de 2020 | 02:28 am

COSTA DO CACAU FAZ CIRURGIAS REPARADORAS QUE AGILIZAM A CICATRIZAÇÃO DE FERIDAS

Tempo de leitura: 2 minutos

Costa do Cacau fez cirurgias reparadoras|| Foto Divulgação

O Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, incorporou aos seus serviços, há quatro meses, cirurgias reparadoras que agilizam o processo de cicatrização de feridas. Único da rede de saúde do interior do estado a realizar esse tipo procedimento médico, o hospital no sul da Bahia atende pacientes do SUS com ferimentos complexos para serem fechados.

O cirurgião plástico do HRCC, Leonardo Albuquerque, explica que o procedimento é feito em paciente com trauma nos membros, necrose de tecido, que perdeu parte da pele de alguma região, tem ferida aberta e precisa de enxertos e retalhos para fechar essas feridas.

“Temos avaliado pacientes com feridas por pressão (úlceras, escaras), também sequelas de traumatismo, fatura nos membros, fratura exposta que podem ter perda de cobertura de pele, ficando uma grande área exposta de musculatura ou de osso”, complementa Leonardo.

MUITOS BENEFÍCIOS

O Hospital Costa do Cacau realizou, nos últimos quatro meses, cirurgias reparadoras em 16 pacientes com feridas complexas. Para os procedimentos, o hospital conta com equipamentos como o dermátomo (que retira a pele que será enxertada) e o expansor (amplia a pele retirada para cobrir maiores áreas do corpo).

De acordo com o médico Leonardo Albuquerque, a cirurgia reparadora traz muitos benefícios aos pacientes. “Uma ferida muita extensa demora meses para cicatrizar sozinha, limitando o paciente; sem contar as chances de desenvolver outras patologias e o risco de infecção. Então, tratando cirurgicamente essas feridas, a gente antecipa o processo de reabilitação, restabelecendo a mobilidade e devolvendo a vida normal ao paciente. Isso significa economia de tempo para o paciente e retorno mais rápido às atividades funcionais dele”.

Elissandro Macário dos Santos, morador de Seabra, por exemplo, passou por um enxerto de pele para agilizar a cicatrização de uma ferida. Silerne Pereira dos Santos, irmã do paciente, declarou que “a recuperação dele está boa, o atendimento está ótimo, tudo certinho, graças a Deus”.

Almir Gonçalves, diretor assistencial do HRCC, estaca que  o objetivo é sempre manter um atendimento humanizado. “Agregando tecnologia avançada aos serviços da média e alta complexidade da região, se tornando referência, seguindo as diretrizes do Governo do Estado da Bahia, do governador Rui Costa e do secretário da Bahia Saúde, Fábio Vilas-Boas”.

Gonçalves reforça que o serviço de cirurgia plástica e reparadora do HRCC visa o resgate da funcionalidade e a anatomia dos órgãos, atuando de maneira significativa no emocional dos pacientes e dos familiares. “Esse serviço, hoje conta com uma equipe multidisciplinar especializada, avança todos os dias em tratamentos especializados; e em breve se tornará referência para doenças de alta complexidade não só para região, mas para toda a Bahia”, prevê Almir Gonçalves.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top