skip to Main Content
31 de outubro de 2020 | 01:40 am

OLHAR CRIANÇA ATENDERÁ 47 ALUNOS DA REDE DE ENSINO EM ITABUNA

Tempo de leitura: 2 minutos

O projeto Olhar Criança, do Lions Club Itabuna Sul, envolvendo as escolas da Educação Infantil e das séries iniciais do Ensino Fundamental da Rede Municipal de Ensino, passará, a partir deste sábado (26), às 8h, para a sua segunda etapa do projeto. Na primeira etapa, que contou com o apoio principalmente das equipes gestoras, coordenadores pedagógicos e professores, os estudantes da rede foram submetidos a testes simples de acuidade visual. Os professores passaram por curso de formação específica para que pudessem aplicar os testes. Nesta fase, cerca de 8.700 crianças da Educação Infantil (5 anos) e do 1º ao 4º ano (com idades entre 6 e 9 anos) foram testadas. Dessas, passando para a segunda fase do projeto, 47 já estão sendo encaminhadas para exames mais específicos na sede do Hospital Beira Rio, parceiro do projeto.

Coordenado pelo médico Wandick Rosa, o projeto, nesta segunda fase, começará a diagnosticar se há alguma criança com comprometimento da acuidade visual, em quais perspectivas esse comprometimento se apresenta e, se necessário, encaminhar para intervenção. “Na terceira fase do projeto, as crianças que necessitarem do uso de óculos, os receberão de forma gratuita em doações que serão feitas pelo Lions Club Itabuna Sul e pelos parceiros do projeto”, explicou o médico, indicando ainda que essa é a primeira turma de estudantes que está sendo enviada diretamente para o hospital para realização de exames.

Das escolas envolvidas na ação deste sábado, estão a Leonor Santos Pacheco (Rua de Palha, Ferradas), Lions Club (Santo Antônio), Centro de Atenção Integral à Criança Jorge Amado – CAIC (Jardim Primavera), Escola Vila Anália (Vila Anália), Instituto Teosópolis (Conceição), Amélio Cordier (Santa Inês), Isa Brito (Banco Raso e Alberto Lessa (Rua Nova de Mutuns).

A secretária municipal da Educação de Itabuna, Nilmecy Gonçalves, ratificou a importância dessa parceria e do projeto, vindo do Lions Club Itabuna Sul, indicando que, se algumas crianças sentem dificuldade para enxergar, é possível que, em alguns casos, a causa dessa dificuldade seja a baixa visão. “Esse projeto veio, então, como um verdadeiro alento na identificação das crianças que podem não estar enxergando bem. O valor da importância dessa ação é inestimável. Nós só temos a agradecer.”, disse a secretária.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top