skip to Main Content
26 de setembro de 2020 | 11:11 am

MEC LIBERA SÓ R$ 10 MILHÕES PARA A UFSB E OBRAS CONTINUAM PARALISADAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Obras do campus da UFSB permanecem paralisadas por falta de recursos || Foto Divulgação

A Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) obteve a liberação de cerca de R$ 10 milhões dos recursos que estavam bloqueados pelo Ministério da Educação (MEC). Desse total, R$ 4 milhões são referentes a verbas de custeio e R$ 6 milhões a investimentos, como obras de reforma e ampliação dos campi em Porto Seguro e em Teixeira de Freitas e a construção do campus de Itabuna, numa área cedida pela Ceplac para abrigar a reitoria, o Instituto de Humanidades, Artes e Ciência e centros de Formação em Tecnociência e Inovação e Agroflorestais.

De acordo com a reitora da UFSB, Joana Angélica Guimarães, os R$ 6 milhões serão destinados a pagamento de obras já realizadas nos três campi e que os trabalhos continuarão paralisados até a liberação de novos recursos. Segundo a reitora afirmou ao Blog do Thame, a universidade ainda espera receber mais R$ 5 milhões, o que permitiria o reinício das obras. A estrutura corre o risco de deteriorar caso não seja finalizada nos próximos meses.

Joana Angélica disse que tem feito gestões junto ao MEC e à bancada baiana no Congresso Nacional para agilizar a obtenção de mais recursos. As verbas já liberadas garantem o funcionamento da UFSB em Itabuna, Porto Seguro e Teixeira de Freitas até o final de 2019, mas não a retomada das obras.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top