skip to Main Content
10 de abril de 2020 | 03:34 pm

ALESSANDRO SANTANA APONTA AVANÇOS, MAS DEFENDE CHOQUE DE GESTÃO NA UESC

Tempo de leitura: 2 minutos

Alessandro Santana faça em consolidar avanços e choque de gestão na Uesc

Um dos quatro candidatos a reitor da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), em Ilhéus, o professor Alessandro Santana afirma defender gestão “mais participativa e democrática”, consolidando avanços obtidos. O modelo, afirma, prevê valorização dos servidores e foco na excelência da universidade. Alessandro propõe um choque de gestão na universidade.

– Vivemos um momento muito difícil no país e precisamos de uma gestão eficiente dos recursos disponíveis e, para isso, temos que inovar. Nós temos a diversidade, a integração, a excelência e a inovação como mote da nossa candidatura – diz ele, que tem como candidato a vice o professor Maurício Moreau.

Graduado em Economia e em Administração de Empresas pela Uesc, Alessandro é especialistas em Economia de Empresas e mestre em Cultura e Turismo, pela Uesc/UFBA, e doutor em Ciências Sociais, Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Atualmente, ele é professor no Departamento de Ciências Econômicas e pró-reitor de Extensão da Uesc.

“A proposta de candidatura partiu de um grupo formado por professores, técnicos administrativos e estudantes, que há alguns anos vislumbrou um projeto para a Uesc no sentido de avançarmos ainda mais”, afirma. Na visão dele, a universidade cresceu bastante nas últimas três gestões, da professora Renée Albagli, o professor Joaquim Bastos e a professora Adélia Pinheiro. “Nos preparamos para esse desafio e estamos colocando nosso nome à disposição da comunidade acadêmica”, afirma.

“A Uesc hoje é destaque em rankings nacionais e internacionais de avaliação, mas precisamos colocar o ensino de graduação e pós-graduação em um nível de excelência, avançar ainda mais na pesquisa e inovação, na extensão e impulsionar o processo de internacionalização da instituição”.

O candidato a reitor lembra que nas duas últimas gestões, a Uesc ampliou suas atividades em uma série de municípios da região, estabelecendo parcerias institucionais com prefeituras e movimentos sociais, o que é muito importante para a comunidade. “Nós temos que produzir ciência, oferecer respostas para as demandas da sociedade. Quando você leva a Uesc a uma comunidade, oferece conhecimento, mas também recebe conhecimento. Essa é uma via de mão dupla”, diz.

ELEIÇÃO

Alessandro Santana destaca ainda que a eleição é um processo pedagógico, um processo educativo. “Todos os candidatos querem o melhor para a Universidade, são colegas de trabalho que têm propostas a oferecer. O que eu e o professor Maurício estamos apresentando são nossos currículos, nossa história na Uesc, nossa capacidade de realização e nosso compromisso para com a instituição. Não é hora de regredir e, sim, de corrigir o que for necessário e avançar muito mais”.

A escolha para reitor e vice-reitor da Uesc será no próximo dia 26. A campanha poderá ser feita até o dia 22. Além de Alessandro Santana e Maurício Moreau na Chapa 1, a disputa tem ainda Cristiano Bahia candidato a reitor e George Albuquerque a vice pela Chapa 2; professor Guilhardes Júnior para reitor e Agna Menezes como vice na Chapa 3; e Pedro Marinho e Ronan Corrêa candidatos a reitor e vice, respectivamente, pela Chapa 4.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top