skip to Main Content
20 de fevereiro de 2020 | 10:15 pm

CONSIGO MUDAR?

Tempo de leitura: 2 minutos

Jaciara Santos | contato@jaciarasantos.com.br

 

Ouça na essência o que essas pessoas responderão. Pode não ser fácil ouvir o que  elas têm a dizer, mas ouça. Analise bem as falas e se mais de três pessoas tiverem a mesma opinião, é preciso estar atendo a este sinal e começar imediatamente a transformação.

 

No último artigo, um dos pontos que abordei foi sobre a coragem para mudar. Mas afinal, isso é possível?

Já conheci algumas pessoas com dificuldade de se relacionar com o outro, mas uma delas me chamou atenção, pois se tratava de um ser humano extremamente individualista e que sempre proferia a expressão Eu não consigo mudar e quem quiser que me aceite como eu sou. Assim, esse cidadão foi isolando-se de tudo e de todos por causa dessa dificuldade em lidar com o próximo, considerando ser essa a melhor solução para seu “problema”.

Todavia, o primeiro passo para o desenvolvimento gradativo consiste em reconhecer a necessidade deste processo. Sim, trata-se de um movimento, algo que é feito de forma contínua, persistente e consciente.

Certa ocasião, deparei-me com uma situação muito constrangedora numa loja da minha cidade. Um “subgerente” tirano ofendia e ameaçava a colaboradora por causa de uma informação errada, que nem ela mesma sabia que estava errada, por conta de uma precificação equivocada. O fato que me fez refletir durante alguns dias. Será que esse “gestor” consegue mudar?

Minha mãe sabiamente me ensinou que, quando queremos muito uma coisa, se nos dedicarmos… conseguiremos. Como retrata muito bem a expressão popular “querer é poder”.  Nesta situação concordo com a afirmação.

Então, proponho o seguinte desafio como segundo passo :

  • Faça uma autoavaliação dos pontos de melhoria;
  • Um questionamento para as pessoas que te rodeiam, como por exemplo, família e colegas de trabalho, nos seguintes tópicos:
  • Quais são minhas qualidades ?
  • O que considera como meus defeitos?
  • Quero ser uma pessoa melhor, para isso preciso que me aponte os aspectos que preciso desenvolver.

Ouça na essência o que essas pessoas responderão. Pode não ser fácil ouvir o que  elas têm a dizer, mas ouça. Analise bem as falas e se mais de três pessoas tiverem a mesma opinião, é preciso estar atendo a este sinal e começar imediatamente a transformação. Depois disso, liste esses pontos e trace um plano para começar a melhorar, item por item.

Será fácil? Não sei! Depende do seu ponto de vista. Contudo, tenho certeza que será aprazível, pois te permitirá viver momentos melhores e de mais conexão com você e com o outro.

Findo minha reflexão com a afirmação: Sempre é tempo de mudar!  E reforço com a frase de Clarice Lispector que descreve: “O mais importante é a mudança, o movimento, o dinamismo, a energia. Só o que está morto não muda!”

Jaciara Santos é coach.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top