skip to Main Content
27 de setembro de 2020 | 07:07 am

ITABUNA: VEREADOR FALA EM DITADURA NO MDB BAIANO E ANUNCIA DESFILIAÇÃO

Tempo de leitura: 2 minutos

Vereador Cavalcante emite nota dura contra comandos nacional e estadual do MDB

Vereador e presidente do Diretório do MDB de Itabuna, Antônio Cavalcante comunicou a saída da presidência e do partido nesta manhã de quarta-feira (12). Cavalcante disse ter assumido o MDB “no momento mais turbulento do partido na Bahia”, mas que existem “donos da legenda”. E apontou forma ditatorial na condução do partido diretórios nacional e estadual, que manobram para que a vereadora Charliane Sousa, hoje no PTB, ingresse no MDB e dispute a Prefeitura de Itabuna.

– Salientando que os desgastes do partido, não partiu por conta de comportamentos dos membros de Itabuna e sim da estadual e nacional, tive a coragem de assumir a presidência, fui fiel ao mesmo em todos os sentidos, porém existem pessoas que se acham dono da legenda, estarei anunciando a minha saída do partido, não por ter nada contra a chegada da vereadora, mas por discordar da forma ditatorial na condução do partido, tanto na estadual, como na nacional, que apesar de escrever uma coisa pratica outra – disse em nota.

O vereador terminou a mensagem em tom irônico ao dizer que deseja sucesso a quem assumir a direção do MDB local. “Entregarei o partido totalmente legalizado e não terá intervenção, até porque nenhum filiado que sempre respeitou e que se respeita, não tem interesse em assumir o diretório”. Cavalcante ainda não informou o destino partidário. Confira o comunicado do vereador e agora ex-presidente do MDB de Itabuna.

COMUNICADO

Diante de alguns comentários, que o diretório municipal do MDB, perdeu a queda de braços. Não acredito em queda de braços, diante dos acontecimentos e do desrespeito do diretório estadual, ninguém queria assumir o partido em Itabuna, no momento mais turbulento do partido na Bahia. Salientando que os desgastes do partido, não partiu por conta de comportamentos dos membros de Itabuna e sim da estadual e nacional, tive a coragem de assumir a presidência, fui fiel ao mesmo em todos os sentidos, porém existem pessoas que se acham dono da legenda, estarei anunciando a minha saída do partido, não por ter nada contra a chegada da vereadora, mais por discordar da forma ditatorial na condução do partido, tanto na estadual, como na nacional, que apesar de escrever uma coisa prática outra. Desejo sucesso a todos e estarei sempre aberto para qualquer dúvida, entregarei o partido totalmente legalizado e não terá intervenção, até porque nenhum filiado que sempre respeitou o e que se respeita, não tem interesse em assumir o diretório.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top