skip to Main Content
19 de fevereiro de 2020 | 05:35 pm

ROSEMBERG: ALTA DA ATIVIDADE TURÍSTICA É FRUTO DE INVESTIMENTOS DO ESTADO

ROSEMBERG: ALTA DA ATIVIDADE TURÍSTICA É FRUTO DE INVESTIMENTOS DO ESTADO
Tempo de leitura: 2 minutos

O crescimento de 1,3% da atividade turística na Bahia em 2019 ocorreu devido a investimentos do governo baiano em promoção dos destinos do estado e em obras estruturantes que impactam diretamente o setor, avalia o deputado estadual e líder do Governo Rui Costa na Assembleia Legislativa, Rosemberg Pinto (PT). Para o parlamentar, o impacto positivo ocorre tanto na capital, Salvador, como no interior do estado.

Dentre as obras estruturantes, Rosemberg cita a recuperação da Rua Chile, no Centro Histórico de Salvador, assim como a requalificação do entorno do Santuário de Irmã Dulce e da orla em Jardim de Alah, além de investimentos em metrô na capital e ampliação ou construção de aeroportos, a exemplo de Vitória da Conquista. O parlamentar também cita a proximidade da inauguração da nova ponte que ligará o Centro e a Zona Sul de Ilhéus.

Rosemberg também observa que o governo baiano faz sua parte ao lançar pacote de incentivos de redução de ICMS do querosene da aviação, o que já resultou em mais 252 novas frequências de voos no estado.

Ainda segundo o interlocutor da gestão Rui Costa no Parlamento baiano, que parabenizou os trabalhos desenvolvidos pelos secretários estaduais de Turismo, José Alves e Fausto Franco, tudo isso foi possível por causa do crescimento do volume de investimentos públicos nesses últimos três anos, conforme dados do Fiplan, o sistema de planejamento e execução orçamentária do Estado.

“Em 2018, foram R$ 157 milhões investidos. Em 2019, saltamos para R$ 186 milhões. Para 2020, já tivemos um acréscimo de 20,92% do que estava previsto para todo o ano, saindo dos R$ 124 milhões iniciais para R$ 150 milhões, com perspectiva de aumento se considerarmos os investimentos do Prodetur Nacional Bahia, que já conta com três contratos assinados, num total de R$ 74 milhões”, afirmou Rosemberg. O turismo possui participação de 4% do Produto Interno Bruto (PIB) do estado.

ATIVIDADE TURÍSTICA NA BAHIA CRESCE 1,3% EM 2019, APONTA IBGE

Este post tem um comentário
  1. Vejam que contraste da manchete desta notícia, a baixa do poder aquisitivo dos funcionários públicos ativos; inativos e pensionistas também é fruto do investimento, diga-se de passagem negativo, do governo com G de garfe. ” Não há bem que sempre dure, nem mal que nunca se acabe” A criatura nunca será maior e nem melhor que o Criador, eu creio e digo Amém!

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top