skip to Main Content
30 de setembro de 2020 | 05:16 am

VILAS-BOAS EXPLICA POR QUE REABRIR O SÃO LUCAS “FICOU ABSOLUTAMENTE INVIÁVEL”

VILAS-BOAS EXPLICA POR QUE REABRIR O SÃO LUCAS “FICOU ABSOLUTAMENTE INVIÁVEL”
Tempo de leitura: < 1 minuto

O secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, disse ao que o governo desistiu de instalar a Central da Covid-19 no Hospital São Lucas, em Itabuna, porque só a reforma, fora investimento em equipamentos, custaria R$ 12 milhões. Na avaliação do governo, a estrutura física do hospital está muito deteriorada e a reforma demoraria tempo maior que a urgência por instalação de leitos de internação para casos menos complexos e leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Além do tempo curto para reforma mais demorada, o secretário disse que o custo inviabilizou a reabertura do hospital privado. “O orçamento para reabrir o São Lucas, só de obras, chegou a R$ 12 milhões. O orçamento mais barato era R$ 6 milhões com área diminuída para reabertura, fora equipamentos. Então, é absolutamente inviável.

De acordo com o secretário, o governo estadual optou em pegar uma ala inteira do Hospital Costa do Cacau, na Rodovia Ilhéus-Itabuna, e abrir 30 leitos de UTI para a região, mais 20 no Hospital de Ilhéus. O Costa do Cacau, que é da rede pública, será referência tanto para Ilhéus como Itabuna.

UTIs NA SANTA CASA DE ITABUNA

O secretário também afirmou que os leitos de UTI para pacientes da covid-19 em Itabuna serão instalados ou ofertados no Hospital Calixto Midlej Filho, com 10 para adultos, e no Manoel Novaes, com 3 leitos de UTI pediátrica. Os dois hospitais são da Santa Casa de Misericórdia. Uma ala do Hospital de Base de Itabuna deverá ser reservada apenas para casos da covid-19.

Esta publicação possui 11 comentários
  1. Um absurdo sem tamanho!!! É desesperador ver o descaso do Estado com os municípios do interior!!!! Essa qtd de leitos disponíveis para os casos graves não dá para nada!!!! Precisamos nos unir e reivindicar providências!

  2. Gente pelo amor, vamos fazer hospitais de campana c as grandes capitais vai fica esperando ocorrer mortes p o prefeito ou alguém de influência ceder um terreno p tal investimento vamos agir gente

  3. Gente pelo amor, vamos fazer hospitais de campana c as grandes capitais vai fica esperando ocorrer mortes p o prefeito ou alguém de influência ceder um terreno p tal investimento vamos agir gente a união faz a força ñ vamos cruzar os braços e fica apontando erros, culpados, ladrões nessa altura ñ vamos lá comerciantes vamos agir levanta Itabuna vamos

  4. Isso é o PT pessoal. Parabéns as cidades do sul da Bahia que deram mais de 80% ao governador. Mas independentemente de política para salvar vidas não há limites para custos com hospitais. Mas como prioridade do PT não é salvar vidas e sim deixar o povo na míngua para dependermos sempre dos seus políticos. UMA VERGONHA PARA A REGIÃO ITABUNA/ILHÉUS QUE NÃO ELEGERAM NENHUM REPRESENTANTE FILHO DESSAS DUAS CIDADES.

    1. Engraçado, não abre o são Lucas todo montado mas vai abrir em Camacan o Amec há quase 10 anos fechado todo deteriorando… estranho isso não, interesses políticos

    2. Só em obra pública se encontra este valor absurdo.
      Quem conhece o São Lucas sabe que não é verdade.
      Como 12 milhões dá pra construir outro hospital. Na realidade o que falta é vontade política , Itabuna não tem poder político pra fazer valer nossas necessidades.
      Se gastou uma fortuna pra construir um teatro que não tem função alguma e na hora de abrir um hospital cria-se obstáculos.

  5. Aquele que aqui comentam, com certeza não sabem da realidade da capital e, muito menos da região.
    Proporcionalmente, a capital tem muito menos leitos que nossa região.
    Acontece, que comentam sem conhecer nada e, por isso mesmo ecrevem bobagens.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top