skip to Main Content
28 de fevereiro de 2021 | 12:25 am

MORADORES DO SANTO ANTÔNIO DENUNCIAM FALTA DE MANUTENÇÃO DE CANAL

MORADORES DO SANTO ANTÔNIO DENUNCIAM FALTA DE MANUTENÇÃO DE CANAL
Tempo de leitura: 2 minutos

Moradores do Bairro Santo Antônio, em Itabuna, cobram a manutenção do canal de macrodrenagem que corta o bairro. Com as chuvas dos últimos dias, aumentou ainda mais o drama dos moradores de áreas próximas ao canal, que, em boa parte, ainda está descoberto, principalmente na região mais povoada, nas transversais da Avenida Itajuípe no trecho mais próximo da BR-101.

– Estamos com problema em nossas residências pelo canal cheio de mato e sem manutenção – narra uma moradora, que reside numa das transversais da Avenida Itajuípe.

Com boa parte da rede de esgoto entupida por falta de manutenção do canal, os moradores se veem em situação ainda mais dramática. “Quando chove, além de ratos, cobras e baratas, temos que lutar com o avanço do esgoto em nossas casas. É uma situação lastimável e que nos tira a dignidade”, relata uma enfermeira, desesperada.

Ao longo das transversais e na própria Avenida Itajuípe, trecho próximo à Unidade de Saúde do bairro, a água não tem como escoar e, a exemplo do esgoto, torna ainda mais dramática a situação de moradores em tempos chuvosos. “Temos moradores de todas as idades e donas de casa que já são idosas. Quando a prefeitura vai olhar por nós?”, questiona a dona de casa Maria José Santos.

Última limpeza do canal foi feita em 2016 || Foto Gabriel Oliveira/Arquivo

SEM MANUTENÇÃO HÁ 4 ANOS

Uma manicure enfrentou problemas de saúde ao fazer a limpeza de casa depois de ter a residência invadida pelo esgoto. Teve complicações numa das pernas. “Dói que a Prefeitura não faça nada aqui, apesar da gente morar ao lado de um posto de saúde”, narra uma técnica em enfermagem. A última vez que o canal passou por manutenção e limpeza foi em março de 2016. “São quatro anos no abandono, moço”, relata uma idosa que preferiu não se identificar para a nossa reportagem.

Os moradores não escondem o medo com a possibilidade de o canal levar mais doenças para a comunidade devido à falta de manutenção. Doenças como dengue e zika vírus estão entre as preocupações dos moradores, aliadas ao novo coronavírus. Água acumulada e o avanço do mato ao longo do canal representam focos de proliferação de arboviroses como a dengue, a chikungunya e zika vírus.

OUTRO LADO

O espaço está aberto para que as secretarias de Administração e de Desenvolvimento Urbano de Itabuna informem quais soluções podem apresentar aos moradores de áreas ao longo do canal do Santo Antônio.

Este post tem um comentário
  1. Pedimos providencias, não temos encontrado soluções EMASA diz que a Prefeitura tem limpar primeiro canal e os esgotos retornando para dentro das nossas residências, a parte com frente a Oficina do Bola canal. Assim Av Itajuípe e mais três ruas todos esgotos entupimento. SOCORRO .

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top