skip to Main Content
20 de abril de 2021 | 04:39 pm

UESC CRIA PROJETO PARA ORIENTAR PEQUENOS EMPREENDEDORES NA CRISE

UESC CRIA PROJETO PARA ORIENTAR PEQUENOS EMPREENDEDORES NA CRISE
Tempo de leitura: 2 minutos

Preocupado com os rumos da economia, principalmente após a chegada do novo coronavírus no sul da Bahia, especialmente em Ilhéus e Itabuna, um grupo de professoras e estudantes  da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) lançou projeto para ajudar os pequenos empreendedores a atravessar este momento de suspensão temporária das atividades comerciais não essenciais.

Eles desenvolveram o Projeto Enpathos como medida de enfrentamento a esse impacto econômico. Trata-se de uma plataforma que disponibiliza formulários para quem quer ajudar – profissionais de diversas áreas, professores, mentores e voluntários – e para aqueles que precisam de ajuda, sobretudo empreendedores sociais, associações de cunho social e grupos de economia solidária. Os formulários podem ser acessados no endereço www.enphatos.wixsite.com/uesc e no Instagram: @enactusuesc.

Ao receber as respostas, a equipe faz uma análise minuciosa e manual, para conectar as duas partes dessa rede de solidariedade. Efetivado o primeiro contato, os cadastrados são contatados e orientados sobre como levar a efeito a ajuda em questão, inclusive observadas às recomendações de isolamento social.

“A prioridade do Enpathos é conseguir mapear o público das duas pontas e incentivar o senso de responsabilidade social localmente. Para cumprir esse propósito, o Projeto está sempre ativo no próprio website e nas redes sociais,” explica professora Katianny Gomes Santana Estival, conselheira do projeto.

Como o próprio nome  sugere, o objetivo do projeto é despertar a empatia. Não por outro motivo, ele surge da junção do termo latim – En (entrar) com – Pathos (emoção), significando experienciar os sentimentos do outro como se fossem seus.

O PROJETO

O projeto começou em meados de abril com a divulgação no perfil @enactusuesc. Embora a pretensão inicial fosse abarcar apenas as cidades circunvizinhas à Uesc, a publicidade levou o Enpathos a ultrapassar os limites do Estado. Já no primeiro dia contava com cadastros do Espírito Santo, Pará e Minas Gerais.

A recepção nas redes sociais foi também  positiva. Com poucas horas de lançamento, as curtidas e repostagens da publicação do Enpathos alcançaram recordes em comparação aos números frequentemente atingidos.

Dentre as ajudas já cadastradas, a plataforma consegue oferecer orientação jurídica, mentoria para negócios (marketing, captação de recursos, recursos humanos e outros aspectos), divulgação das organizações e parcerias. “O desafio agora é fazer com que o Enpathos alcance um público ainda maior disposto a contribuir com doações e investimentos – grande demanda entre as organizações que precisam de apoio”, diz a professora Katianny.

ENACTUS UESC

O Enpathos é o projeto pioneiro do Time Enactus/Uesc que funciona desde janeiro na Universidade Estadual de Santa Cruz.  Trata-se de uma rede de estudantes em nível internacional que desenvolve, dentro das universidades, um trabalho voluntário e transparente para difundir a ação empreendedora enquanto ferramenta de impacto social.

Na Uesc é composto, atualmente, por alunos de Direito, Comunicação Social, História, Administração, Engenharia de Produção e Economia. A dinâmica de ter uma multiplicidade de cursos é justamente para diversificar os enfoques dos projetos e agregar conhecimentos de diferentes áreas de formação. A fim de apresentar à sociedade projetos ainda mais completos e orientados a solucionar problemas locais, o Time abrirá um edital de seleção logo em breve para recrutar estudantes que acreditam no poder do empreendedorismo social para desenvolver as comunidades.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top