skip to Main Content
15 de abril de 2021 | 02:49 pm

CENTRAL DE ABASTECIMENTO DO MALHADO SERÁ REABERTA NESTE DOMINGO

CENTRAL DE ABASTECIMENTO DO MALHADO SERÁ REABERTA NESTE DOMINGO
Tempo de leitura: < 1 minuto

Sem adotar medidas efetivas para tentar evitar o aumento na disseminação de casos do novo coronavírus, o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, anunciou neste sábado (2), que a Central de Abastecimento do Malhado será reaberta neste domingo (3). O anúncio ocorreu pouco tempo depois de um protesto de feirantes, que exigiram o funcionamento da feira.

“Amanhã [domingo, 3 de maio], com muito trabalho, com muita luta, atendendo todas as necessidades da Vigilância Sanitária para os cuidados da saúde do nosso cidadão e dos feirantes, estaremos reabrindo a Central de Abastecimento com toda a qualidade, com tudo tranquilo e também com toda a segurança em relação ao coronavírus, para o distanciamento e uso de máscaras. Isso é fundamental”, declarou o prefeito em vídeo publicado nas redes sociais.

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) informou que vai  disponibilizar, a partir da semana que vem, Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para os feirantes da Central de Abastecimento. Os comerciantes também serão contemplados com a doação de 150 novas barracas que a Prefeitura de Ilhéus viabiliza para a segurança e proteção de todos.

Foi iniciado na sexta (1º)  o cadastramento dos feirantes para o recebimento das barracas e organização do espaço da feira do Malhado. De acordo com a Secretaria de Saúde da Bahia, o local só deveria ser reaberto depois que fosse reformulada a distribuição das barracas.

A Central de Abastecimento do Malhado interditada pelo Estado para evitar aglomerações e porque os feirantes não possuíam equipamentos de segurança e o distanciamento mínimo não era respeitado. A interdição, conforme a Vigilância Epidemiológica da Bahia, foi para evitar o aumento de casos do novo coronavírus por transmissão comunitária da doença.

Este post tem um comentário
  1. É lamentável! O pouco que conheço e andei vi que não há higienização em canto algum . O espaço onde vende carne é fétido, odor insuportável, não falta lixo acumulado, moscas por todo lado. É neste ambiente horrível, que as pessoas, sem máscara, circulam e muitos fazem suas refeições.
    Não considero sábia a reabertura.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top