skip to Main Content
3 de março de 2021 | 12:37 pm

“A VIDA É LINDA, MEU IRMÃO”, DIZ MÉDICO APÓS 10 DIAS ENTUBADO EM UTI EM ILHÉUS

“A VIDA É LINDA, MEU IRMÃO”, DIZ MÉDICO APÓS 10 DIAS ENTUBADO EM UTI EM ILHÉUS
Tempo de leitura: 1 minuto

Médico de 50 anos que estruturou atendimento de alta complexidade para vítimas do novo coronavírus em um hospital no sul da Bahia descreveu ao repórter João Pedro Pitombo, em matéria na Folha, os dias em que ficou entubado e internado em UTI ao ser acometido pela doença. Cumprindo um pedido do profissional de saúde, o médico é identificado na matéria como José, que ficou internado 20 dias, 15 deles na UTI, 10  dos quais entubado.

O sentimento ao ser internado e entubado para tratar da covid-19 ao sentir falta de ar, mesmo após a fisioterapia:

– Nessa hora, passa um filma na sua cabeça. É uma vivência triste, traumática, mas, ao mesmo tempo, bela, porque traz um aprendizado. Você sai outra pessoa, é impossível você sair igual.

Fica o aprendizado:

– Passa um filme na cabeça. Você pensa muito. Pensa nas oportunidades que você teve e se questiona se você as mereceu. Porque a vida é linda, meu irmão. A vida é muito linda e tudo que você quer É voltar para ela – diz o médico, que também aqui terá o nome omitido porque seus pais têm problemas de saúde e não souberam do que ocorreu com o filho.

Ao sair, o calor do sol:

– O mais bonito foi sentir a luz do sol. Isso eu nunca vou esquecer. Quando eu cheguei na rua e senti o ar puro e o calor do sol, passei a agradecer por eles todos os dias.

A covid-19 é agressiva e já contaminou mais de 600 profissionais de saúde na Bahia, tirando a vida de, pelo menos, quatro deles, dois deles médicos: Gilmar Calazans, de 50 anos, em Ilhéus, e Ramon Barbosa, em Jequié. Confira a íntegra do emocionante relato ao repórter João Pedro Pitombo clicando aqui. A imagem acima é ilustrativa.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top