skip to Main Content
26 de setembro de 2020 | 02:47 am

GAME OVER, CLOROQUINA…

GAME OVER, CLOROQUINA…
Tempo de leitura: < 1 minuto

Ao se deparar com a notícia de que o ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, decidiu nomear nove militares para áreas-chave do Ministério da Saúde, o ex-diretor-geral da Ceplac Juvenal Maynart, mordaz, emendou:

– Vai matar covid a tiro.

Este post tem um comentário
  1. Devemos ter em mente que nas Forças Armadas existem quadros que atuam nas mais diversas áreas. Orçamento, gestão, saúde, educação… concordo que o General Pazuello não tenha formação na área de saúde, mas neste momento faz-se imperioso que alguém com experiência em logística esteja a frente do processo, é o caso dele. Tudo indica que o ex ministro Nelson Teich esteja à retaguarda do General. Acho o presidente Bolsonaro equivocado em muitos pontos, mas devemos refletir todos os lados antes de FALAR. Quem vê assim, um homem , por trabalhar fardado, só sabe atirar… LAMENTÁVEL !

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top