skip to Main Content
22 de outubro de 2020 | 11:28 pm

PARA MP-BA, NÃO HÁ CONDIÇÕES DE REABERTURA DO COMÉRCIO DE ITABUNA

PARA MP-BA, NÃO HÁ CONDIÇÕES DE REABERTURA DO COMÉRCIO DE ITABUNA
Tempo de leitura: < 1 minuto

A promotoria local do Ministério Público Estadual (MP-BA) posicionou-se contrário à reabertura do comércio de Itabuna, prevista para a próxima segunda-feira (8). O posicionamento ocorreu durante reunião com os procuradores do município, nesta quinta (4), informa o Ipolítica. A reabertura foi anunciada pelo prefeito Fernando Gomes há dois dias.

O MP aponta também a ausência de análise técnica que respalde a reabertura do comércio, ausência de vagas regulares de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes Covid-19.

A reunião, além de procuradores do município e da promotoria, teve participação de representantes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Desde o final de março, apenas os serviços considerados essenciais do comércio local estão funcionando, como forma de reduzir o espalhamento da covid-19 no município.

Esta publicação possui 3 comentários
  1. Se o MPBA está preocupado com o povo, e o que determina a OMS. Porque não processa o Governador e os Prefeitos para atenderem a quantidade exigida pela OMS de Leitos Clinicos e UTI’s? E porque não pediu a interdição do Hospital Costa do Cacau, maior foco da Covid19 na região?

  2. O comércio na verdade nunca ficou fechado totalmente. As feiras abertas, sem aplicação das medidas de higiene mínimas exigidas. As pessoas estão recebendo auxílio emergencial e fazendo festas. No final de tudo, vamos ver muitos desempregados, empresários falidos e pessoas passando fome. O plano de estratégias construído pelos comerciantes e equipes do governo, deve ser obedecido. Concordo com abertura prudente do comércio sim.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top