skip to Main Content
29 de novembro de 2020 | 04:47 pm

PROJETO DE HOSPITAL ILHEENSE REDUZ FILA DE CIRURGIA DE JOELHO NO SUL DA BAHIA

PROJETO DE HOSPITAL ILHEENSE REDUZ FILA DE CIRURGIA DE JOELHO NO SUL DA BAHIA
Tempo de leitura: 2 minutos

Dr. Umberto Castro Alves coordena projeto do Hospital Costa do Cacau

O Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, iniciou agora em outubro a oferta de mais um serviço de referência no interior da Bahia, as cirurgias minimamente invasivas em lesões no joelho. Esses procedimentos estão inseridos no projeto Artroscopia para Todos, idealizado pelo médico ortopedista Umberto Castro Alves, com o objetivo interiorizar essa prática para diversas regiões do Estado. O atendimento é 100% SUS.

As primeiras artroscopias realizadas no HRCC contaram com o apoio das equipes multidisciplinares do centro cirúrgico e demais setores do hospital, totalizando a marca de nove pacientes atendidos. Essas intervenções cirúrgicas têm indicativo para ocorrer quinzenalmente na unidade hospitalar.

Hospital Costa do Cacau inicia projeto de artroscopia

De acordo com o médico Umberto Castro Alves, ortopedista responsável pelas artroscopias no HRCC, esses pacientes, geralmente, são jovens atletas praticantes de atividades físicas que apresentam lesões crônicas no joelho. “Essas lesões precisam de tratamento cirúrgico, porém alguns desses pacientes estavam aguardando essa cirurgia há dez anos, outros aguardavam há mais tempo e não conseguiam o procedimento. A fila em Salvador é grande. Com a descentralização dessas cirurgias, isso facilitará a vida desses pacientes, sobretudo os da região cacaueira”, destacou.

O ortopedista disse que a artroscopia permite que o paciente restabeleça a condição física anterior a lesão, permitindo o retorno ao esporte, a prática esportiva, mas sobretudo, preservando a articulação e evitando desgastes no futuro. “Assim, você previne uma artrose futura no joelho, cuja limitação seria ainda pior. Então, ela tem duas funções: primeiro, retorno ao esporte e segundo a prevenção do desgaste articular”, explicou.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top