skip to Main Content
25 de novembro de 2020 | 12:28 am

AUGUSTO CRITICA O CAOS NO TRANSPORTE PÚBLICO DE ITABUNA E PROPÕE MUDANÇAS

AUGUSTO CRITICA O CAOS NO TRANSPORTE PÚBLICO DE ITABUNA E PROPÕE MUDANÇAS
Tempo de leitura: < 1 minuto

Augusto faz críticas à gestão e propõe mudanças no sistema

Itabuna completou sete meses, nesta quarta (21), sem ônibus nas ruas devido a um impasse entre as empresas Viação Sorriso da Bahia e São Miguel com a Prefeitura. O serviço de transporte está sendo mantido por meio de vans. O impasse e a qualidade do serviço levaram o candidato do PSD, Augusto Castro, a criticar o caos no sistema de transporte público de Itabuna.

“Desde março, a cidade se encontra sem ônibus, embora a atividade comercial tenha retornado. Vamos mudar essa situação. Implantar um novo Sistema Integrado, com novos ônibus, com ar-condicionado, GPS, Wi-Fi e acessibilidade. Construir novo terminal rodoviário, implantar estações de transbordo e adotar um aplicativo de celular que informa ao usuário horário e localização do ônibus”, prometeu Augusto Castro.

DÍVIDAS E SUBSÍDIO

De um lado, a Prefeitura cobra dívida de R$ 800 mil das empresas, enquanto Viação Sorriso e São Miguel cobram pagamento pelos vales transporte fornecidos aos servidores municipais. Querem, ainda, subsídio para voltar a rodar, o que, segundo elas, cobriria despesas operacionais, manutenção da frota e compra de combustível.

Lojistas e comerciantes reclamam que a falta de ônibus tem sido responsável pelo baixo movimento de pessoas na área central da cidade e nos principais bairros, onde a atividade comercial é relevante. Já os rodoviários sofrem com atrasos de 30% nos salários cortados desde março.

Com o fim do auxílio emergencial, concedido pelo governo federal na pandemia e, por último, com o desemprego e falta de perspectivas é de caos a situação da categoria. “Vamos mudar esta situação. Além de promover melhorias no sistema, vamos cobrar qualidade no serviço de ônibus”, assegura o candidato Augusto Castro.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top