skip to Main Content
16 de maio de 2021 | 12:41 am

ESTADO ANUNCIA RECUPERAÇÃO DE TRECHO DE VALENÇA A ITACARÉ DA BA-001

ESTADO ANUNCIA RECUPERAÇÃO DE TRECHO DE VALENÇA A ITACARÉ DA BA-001
Tempo de leitura: 2 minutos

A BA-001 é a principal via de acesso para quem segue em direção as regiões da Costa do Cacau e da Costa do Dendê. Os 118 quilômetros da rodovia entre Valença e Itacaré, passando por Camamu, vão ser recuperados pela Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra), por meio do Programa de Recuperação e Manutenção de Estradas (Premar). O aviso de licitação da obra saiu no Diário Oficial do Estado desta quarta (28).

A Costa do Cacau e a Costa do Dendê são regiões que atraem visitantes de várias partes do Brasil e do mundo. Juntas chegam a receber cerca de 1,5 milhão de visitantes por ano, segundo informações da Secretaria de Turismo do Estado (Setur).

A recuperação da BA-001 vai contribuir para o desenvolvimento do turismo em ambas as regiões. Os municípios de Valença, Taperoá, Nilo Peçanha, Ituberá, Igrapiúna, Camamu e Itacaré serão beneficiados com a obra. A abertura dos envelopes com as propostas das empresas interessadas na execução dos serviços está prevista para 30 de novembro, por meio de videoconferência.

“Mais de 1 mil km de rodovias estão passando por obras na Bahia. Estamos restaurando importantes trechos como a BA-160, entre Bom Jesus da Lapa e Ibotirama, e a BA-142, do entroncamento da BR-242 até o distrito de Sussuarana. Além disso, o processo de licitação para a recuperação da BA-131, de Senhor do Bonfim até o entroncamento da BR-324, passando por Saúde e Caém, está em andamento”, ressalta Marcus Cavalcanti, secretário de Infraestrutura.

Outras obras estão sendo realizadas pela Seinfra na região. A recuperação do acesso à Jaguaripe, na BA-883, se encontra com 14% de execução. A previsão de conclusão é em maio de 2021. A via com 14,4 km faz a ligação do entroncamento da BA-001 com Jaguaripe. Os serviços de manutenção estão em andamento na BA-001, que liga Valença a Camamu, que passa por Taperoá, Nilo Peçanha e Ituberá. Atualmente, a conservação é feita na rodovia entre Valença e Nilo Peçanha.

Para o secretário de Turismo do Estado, Fausto Franco, as obras nas rodovias baianas vão ser imprescindíveis para impulsionar o turismo nesta retomada, considerando que todas as pesquisas apontam para um recomeço através de viagens de carro, para destinos mais próximos de casa, que ofereçam opções de lazer junto à natureza, ao ar livre, evitando aglomeração. “Tudo que nosso estado tem a oferecer a seus visitantes, pois são mais de 1000 quilômetros de belas praias, além de rios, cachoeiras, cânions, trilhas, turismo de aventura, turismo rural, dentre outros”, conclui Franco.

Este post tem um comentário
  1. Interessante que a estrada Ilhéus – Itacaré, é mais antiga, é mais utilizada e tem muito mais buracos e necessita de uma manutenção urgente. Qual o critério para escolher qual estrada será reformada. Sem falar que a citada (valença – Itacaré) ainda está em bom estado. O idela é que todas fossem reformadas.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top