skip to Main Content
3 de março de 2021 | 12:46 pm

RANKING PROVOCA DISPUTA PARA VER QUEM VACINA MAIS RÁPIDO, DIZ VILAS-BOAS

RANKING PROVOCA DISPUTA PARA VER QUEM VACINA MAIS RÁPIDO, DIZ VILAS-BOAS
Tempo de leitura: 2 minutos

Vilas-Boas diz que post no Twitter não tem críticas a Itabuna e Ilhéus

Após a divulgação de um ranking de vacinação no estado e publicar um tuíte com a posição dos dez maiores municípios baianos na aplicação de doses dos imunizantes contra o novo coronavírus (covid-19), o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, disse ao PIMENTA que a postagem teve um único intuito:

– Não tem crítica alguma na postagem. Postei para provocar a disputa entre as duas cidades pra ver quem vacina mais rápido – disse ele ao site.

O ranking mostrava que Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador, havia aplicado todas as doses disponibilizadas para a primeira fase – destinadas a profissionais de saúde da linha de frente do combate à covid-19, indígenas, idosos albergados e, em alguns municípios, idosos acima dos 75 anos. Já Ilhéus e Itabuna, nesta ordem, estavam na laterninha da vacinação (confira post aqui).

REAÇÕES EM ILHÉUS E EM ITABUNA

Ao ranking, as Secretarias de Saúde de Ilhéus e de Itabuna reagiram com informações sobre plano municipal de vacinação contra a covid-19.

A Secretaria de Saúde de Itabuna informou estar “seguindo as orientações do Plano Municipal de Vacinação quanto ao público a ser gradualmente imunizado”. Citando o Vacinômetro elaborado pela Rede Frio município, a Saúde assegurou ter vacinado 1.336 pessoas até as 16h30min dessa terça-feira (26).

Por grupos, o município já imunizou 1.102 profissionais de saúde, dos quais 225 hoje. Também nesta data foram imunizados 234 idosos asilados. De acordo com a secretária Municipal de Saúde, Lívia Mendes, Itabuna recebeu 2.200 doses do imunizante Coronavac, produzido pelo consórcio Sinovac, da China, e Instituto Butatan, do Brasil, mais 1.800 doses da vacina Oxford/AstraZeneca em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Ilhéus, que recebeu mais doses de vacina, informou que 1.706 trabalhadores da saúde na linha de frente do combate ao coronavírus, 585 indígenas e 113 idosos abrigados e pacientes acamados, cadastrados no programa “Melhor Em Casa”, foram vacinados até o final da tarde de ontem.

Segundo o secretário de Saúde de Ilhéus, Geraldo Magela, os novos lotes das 1.090 vacinas da Oxford que Ilhéus recebeu do Núcleo Regional de Saúde Sul (Sesab), vai atender os profissionais de saúde no combate ao coronavírus, idosos acamados e do Programa Melhor em Casa.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top