skip to Main Content
10 de maio de 2021 | 06:03 pm

PRF E INEMA RESGATAM NO SUL DA BAHIA 455 ANIMAIS EM SITUAÇÃO DE MAUS-TRATOS

PRF E INEMA RESGATAM NO SUL DA BAHIA 455 ANIMAIS EM SITUAÇÃO DE MAUS-TRATOS
Tempo de leitura: 2 minutos

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) resgatou, no distrito de São João do Paraíso, em Mascote,  450  filhotes de papagaio, periquitos e aves de outras espécies que estavam mantidos aprisionados em cativeiro e preparados para serem comercializados nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro.

A PRF chegou ao local após ser acionada pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), em Itabuna. Em um imóvel indicado em uma denúncia anônima, os agentes rodoviários e os fiscais do órgão de ficalização, constataram a situação  de maus-tratos a animais silvestres.

Espalhados pela casa, foram encontrados pássaros de diversas espécies conhecidas popularmente como cardeal, pássaro preto, papa capim, coleira, azulão, sofrê, canário da terra, trinca ferro, tico tico e sabiá, além de uma grande quantidade de filhotes de papagaios e periquitos com apenas algumas penugens sobre o corpo.

Os animais estavam amontoados em caixas de papelão, gaiolas e viveiros, e em condições precárias de falta de higiene (cobertas com fezes e urina), sem água, com restrição de movimento, privação de luz e sem circulação de ar. Muitos estavam desidratados e debilitados e alguns já foram encontrados mortos. Também foram apreendidos diversos apetrechos utilizados na captura ilegal desses animais.

GALOS DE RINHA

Galos foram encontrados em rinha

Em outro imóvel,  ainda em São Joõ do Paraíso, os policiais rodoviários encontraram  mais 40 de galos de rinha. Esses animais são utilizados em competições ilegais, para duelarem entre si, muitas vezes até a morte.

Os animais resgatados foram encaminhados para o centro de recuperação de Cruz das Almas. Lá, eles serão triados, alimentados e tratados por equipes de veterinários e biólogos, onde passam por um processo de reabilitação para voltarem à liberdade. Já os 42 galos foram entregues na sede da Cavalaria do 15° do Batalhão da Polícia Militar.

O responsável pelo aprisionamento ilegal dos animais foi identificado e a ocorrência foi apresentada na Delegacia de Polícia Civil, em Mascote, para instauração do inquérito policial e demais procedimentos cabíveis. O nome dele não foi divulgado.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top