skip to Main Content
11 de maio de 2021 | 01:57 am

“FOI UM DESABAFO”, DIZ ROSEMBERG SOBRE CRÍTICAS DE TONHO DE ANÍZIO A RUI COSTA

“FOI UM DESABAFO”, DIZ ROSEMBERG SOBRE CRÍTICAS DE TONHO DE ANÍZIO A RUI COSTA
Tempo de leitura: 2 minutos

Líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia, o deputado estadual Rosemberg Pinto (PT) disse que não pode ser encarado como mais que um “desabafo” as críticas do prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, à atuação do governo estadual no município sul-baiano. “Foi um desabafo. Não é algo que esteja no coração de Tonho. Sei do carinho que ele tem pelo governador Rui Costa e pelo senador [Jaques] Wagner”, afirmou Rosemberg ao PIMENTA nesta noite de terça (9).

Deputado estadual mais votado no Litoral Sul, Rosemberg disse entender o momento de pressão sobre os prefeitos na fase mais aguda, até aqui, da pandemia da Covid-19. “É a pressão com cobrança do povo, é um novo mandato e existe pressão muito grande do setor produtivo”, afirmou.

O deputado ainda observou que Tonho “governa cidade eminentemente turística, obrigado a tomar medidas que, às vezes, não são satisfatórias aos comerciantes, ao turismo”. Para ele, trata-se de um momento diferente que impacta gestores em variados níveis. “O emocional pode se sobrepor em alguns momentos. E isso é natural”, disse ele, apontando como exemplo o governador Rui Costa, que foi às lágrimas em entrevista à TV Bahia na semana passada ao falar de pandemia – relembre aqui.

OBRAS E NOVA ESCOLA EM ITACARÉ

O deputado estadual ainda relatou o clima e a atenção dispensada pelo governador Rui Costa a Tonho de Anízio durante audiência em Salvador, em fevereiro. “O governador foi extremamente atencioso com nosso Tonho de Anízio e deu encaminhamento aos pedidos feitos pelo prefeito”, ressaltou.

Rosemberg disse que já antes havia marcado uma visita a Itacaré para a próxima sexta-feira. A visita está mantida. Para ele, o compromisso do estado com a cidade, mesmo depois da chegada de Rui Costa, pode ser medido por obras e ações, a exemplo do sistema viário de acesso às praias urbanas, num investimento de R$ 3,6 milhões feitos pelo governo baiano, complementando parte (10%) com emenda do deputado federal Ronaldo Carletto. “Temos ainda obras como o Centro de Canoagem e a desapropriação do prédio do hospital municipal”, acrescentou.

Ainda falando de obras e a ações, Rosemberg vê na desapropriação uma questão sensível, mas que está sendo negociada diretamente pelo Estado. “Já houve a desapropriação. Se houve arremate em leilão, o vencedor terá que tratar com o estado, não com o município de Itacaré, que não deve nada nem pode ser pressionado [a pagar aluguel]. O imóvel foi desapropriado e a questão está sendo tratada pela PGE [Procuradoria-Geral do Estado]”.

O líder do Governo ainda falou que a atenção do governo estadual pode ser medida, também, na construção de moderno colégio no município, com estrutura também para cursos profissionalizantes do ensino médio. “É um investimento de R$ 6 milhões que falta apenas o município definir a área para a sua sequência. O investimento poderia ser feito em outro município? Poderia, mas o governador prestou total deferência a Tonho de Anízio e ao povo de Itacaré com essa grande obra”, argumentou Rosemberg. “Vamos continuar trabalhando, mandato, governo estadual e prefeitura, por Itacaré”, concluiu.

SEM COMENTÁRIOS

O PIMENTA tentou ouvir o prefeito Tonho de Anízio após a forte repercussão – principalmente dentro do governo baiano – das críticas feitas a Rui e do tom elevado ao falar do secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, chamado por ele de “Vilas-Maus”. O telefone do prefeito estava desligado, mas assessores disseram que Tonho não mais comentaria o caso.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top