skip to Main Content
8 de maio de 2021 | 11:44 pm

CINEASTAS BAIANOS LANÇAM ROTEIRO DE FILME COM TEMÁTICA LGBTQIA+

CINEASTAS BAIANOS LANÇAM ROTEIRO DE FILME COM TEMÁTICA LGBTQIA+
Tempo de leitura: 2 minutos

A vida é sonho e pode ser mais leve, mais acolhedora e mais livre. Este é o sentimento que o casal de cineastas baianos Edson Bastos e Henrique Filho, sócios da Voo Audiovisual, pretende inspirar com o roteiro do longa-metragem de ficção.

Nesta semana, eles apresentaram o processo de desenvolvimento do projeto, com a participação dos profissionais envolvidos, e promoveram oficina gratuita de roteiro.

A vida é sonho conta a história de Júnior, um adolescente de 18 anos, nascido em Ipiaú, Bahia, onde é reprimido sexualmente e se vê diante da não aceitação de sua família. Então, foge para a capital baiana em busca de liberdade, se descobre no universo LGBTQIA+, e é desafiado a romper diariamente preconceitos impostos pela cultura heteronormativa. Sua jornada traz os dramas e alegrias das descobertas, mostrando a superação do protagonista e a liberdade conquistada.

O roteiro nasce em um momento em que, apesar dos avanços jurídicos, o Brasil figura como o país que mais mata pessoas LGBTQIA+ (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transgêneros, Travestis, Queers, Intersexuais, Assexuais). Além disso, a Bahia não é um estado que se destaca em relação às narrativas audiovisuais que versem sobre o tema. Logo, a história de ‘A Vida é Sonho’ busca fortalecer e encorajar o universo simbólico e a luta urgente pelos direitos e pela vida.

Edson destaca que o projeto nasceu de vivências pessoais. Juntos há 12 anos, Henrique e Edson nasceram em Ipiaú e sofreram homofobia durante a infância e adolescência. “Trata-se de uma história dramática, romântica, musical e cômica. Um filme divertido e que conta uma história universal, mas com a forma baiana de falar, pensar e ser. Busca, principalmente, o diálogo com aqueles que estão vivendo situações narradas pelo filme. É sobre se reconhecer na tela, se sentir amparado, ter orgulho de sua comunidade e encontrar a felicidade em ser quem é. O filme pretende mostrar a necessidade do sonho para buscarmos viver a vida com mais leveza, pois a luta por igualdade de direitos é diária”, explica Bastos.

Foram três meses desenvolvendo as etapas de escrita do roteiro até chegar ao primeiro tratamento. Durante esse processo, os roteiristas contaram com a consultoria do especialista Gildon Oliveira, experiente profissional da dramaturgia para teatro, cinema e televisão. A equipe soma outros profissionais que atuaram durante o desenvolvimento do roteiro, como as assistentes de direção Lilih Curi e Johsi Varjão; os consultores, João Hugo e Amana Casas; o revisor Vércio Gonçalves; a assistente de produção Laísa Eça; o tradutor Daniel Martins; e a designer Kaula Cordier.

“Percebemos ‘A vida é Sonho’ como um projeto com potencial de grande público quando for filmado, pois foi desenvolvido por pessoas que possuem vivência sobre a cultura LGBTQIA+, o que cria conexão com os espectadores. O roteiro une o interior à capital e desenvolve uma narrativa contemporânea, com problemáticas do nosso tempo, mas trazendo um desfecho inspirador”, comemora Henrique. Agora, com o retiro pronto, os produtores vão buscar financiamento para gravar o filme.

O site da Voo Audiovisual publicou nesta sexta-feira (9) o roteiro para apreciação do público. O texto ficará disponível até 16 de abril.

O desenvolvimento do roteiro de ‘A vida é sonho’ tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultural do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top