skip to Main Content
16 de junho de 2021 | 10:19 am

ESTADO VAI ASSUMIR OBRA E CUSTOS DE DUPLICAÇÃO DA RODOVIA ILHÉUS-ITABUNA, ANUNCIA RUI

ESTADO VAI ASSUMIR OBRA E CUSTOS DE DUPLICAÇÃO DA RODOVIA ILHÉUS-ITABUNA, ANUNCIA RUI
Tempo de leitura: 2 minutos

O governador Rui Costa (PT) anunciou, em visita a Itabuna nesta sexta-feira (7), que o Governo da Bahia vai assumir a obra de duplicação da rodovia Ilhéus-Itabuna. Ao PIMENTA, Rui explicou que não existe obstáculo jurídico que impeça o Estado de tocar o empreendimento, já que a via será construída fora da área de abrangência da BR-415, na margem direita do curso do Rio Cachoeira. Veja o momento do anúncio.

Também ouvido pela reportagem do PIMENTA, o secretário de Infraestrutura da Bahia, Marcus Cavalcanti, lembrou que o “decreto originário de desapropriação é do Governo do Estado” e a construção das quatro pontes que ligarão a nova pista à BR-415 já está autorizada.

Rui explicou por que tomou a decisão de estadualizar a obra. “A Bahia cansou, o Sul da Bahia cansou, nós cansamos de esperar a lentidão, a paralisia do Governo Federal. Então, chega! Nós vamos licitar a obra em 30 dias, com recursos do Governo do Estado”.

De acordo com o secretário de Infraestrutura, o projeto foi orçado em R$ 150 milhões, com recursos estaduais, incluindo também a duplicação do trecho entre o Cidadelle e a entrada de Itabuna.

Inicialmente, os recursos da obra sairiam da União, por meio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Por isso, segundo Marcus Cavalcanti, o convênio original do empreendimento será cancelado, assim como o contrato com a OAS, empresa que tocaria a obra.

O PIMENTA perguntou ao governador qual é o prazo estimado para o início da obra. “O que eu posso fixar hoje é o prazo de 30 dias para publicar o edital de licitação. Publicado o edital, nós teremos mais trinta ou quarenta dias para abrir os envelopes e vem a fase de recursos. Eu diria que, no máximo 60 dias depois da licitação, nós estaremos iniciando a obra. Então estou falando de hoje até no máximo 90 dias”.

DESAPROPRIAÇÕES

O governo estadual vai iniciar as desapropriações no próximo dia 17. Marcus Cavalcanti informou que a Prefeitura de Itabuna oferecerá habitação às famílias carentes que serão afetadas pela obra, a exemplo das que vivem em casas populares à margem do Rio Cachoeira.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top