skip to Main Content
4 de abril de 2020 | 12:25 pm

ATIL PREVÊ ATÉ 3 MIL DEMISSÕES EM HOTÉIS E POUSADAS DE ILHÉUS

Trade turístico de Ilhéus prevê até 3 mil demissões durante “parada”
Tempo de leitura: < 1 minuto

Hotéis e pousadas de Ilhéus podem demitir cerca de 3 mil funcionários por causa da crise imposta pela pandemia do coronavírus em um dos cinco maiores destinos turísticos da Bahia. Pelo menos, é o que prevê o presidente da Associação de Turismo de Ilhéus (Atil), Átila Eiras.

Segundo o dirigente da associação, a conta não inclui trabalhadores de bares, restaurantes e empresas do receptivo turístico. A esperança de Átila e do setor é medida provisória do governo federal que ajudem empresas a preservar empregos.

A maioria dos estabelecimentos da rede hoteleira manterá poucos empregados, segundo ele, que descreve o cenário como estágio comatoso para a indústria turística, principalmente com as previsões de falta de fluxo para junho, um dos melhores períodos para a rede hoteleira no município.

No cenário mais otimista, a previsão é de retomada em novembro, na boca da alta estação, disse ele ao Ilhéus Comércio. Há dois dias, Átila cobrou mais clareza nos decretos municipais que impedem o funcionamento do comércio e do setor de serviços em Ilhéus (reveja aqui).

JUSTIÇA CONDENA EX-PREFEITO DE MUNICÍPIO BAIANO A DEVOLVER R$ 5,5 MILHÕES

Ex-prefeito de Camaçari é condenado
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Justiça condenou o ex-prefeito de Camaçari Ademar Delgado a devolver R$ 5,5 milhões para os cofres públicos municipais. Ele também foi punido com a perda da função pública e teve os direitos políticos suspensos por três anos.

A justiça acatou uma ação civil pública ajuizada pelo promotor de Justiça Everardo Yunes, que apurou atos de improbidade administrativa cometidos pelo ex-prefeito nos exercícios financeiros de 2013 a 2016.

Segundo a decisão, o MP-BA comprovou que Ademar Delgado, quando prefeito, deixou de cobrar aos permissionários do mercado municipal de Camaçari tarifas de serviços públicos usufruídos por eles, principalmente o fornecimento de água e energia elétrica. As despesas municipais com esses serviços, no período, foram de R$ 2,4 milhões com a Coelba e de R$ 3,1 milhões com a Embasa.

O promotor apontou que a falta da cobrança causou dano aos cofres públicos e promoveu enriquecimento ilícito dos permissionários. De acordo com a sentença, proferida pelo juiz César Augusto Borges de Andrade, R$ 1,5 mil permissionários do centro comercial desempenharam no equipamento público, inclusive sem qualquer procedimento licitatório prévio, atividades comerciais no local, sem nenhum interesse público que justificasse o pagamento pela Fazenda Pública Municipal das referidas despesas particulares.

HRCC REFORÇA AS AÇÕES CONTRA A DISSEMINAÇÃO DO NOVO CORONAVÍRUS

Hospital Costa do Cacau reforça ações contra o coronavírus || Foto Divulgação
Tempo de leitura: 2 minutos

Com o objetivo de detalhar o atual panorama do novo coronavírus (COVID-19) no estado e repassar informações sobre cuidados e prevenção contra a doença, o Núcleo Hospitalar Epidemiologia (NHE) do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus,  intensificou as atividades periódicas para pacientes e acompanhantes, no Setor de Emergência.

Durante os encontros, os profissionais reforçam a importância da adoção das medidas de isolamento social e da manutenção do hábitos de higiene para reduzir a velocidade da disseminação do vírus. Além disso, são repassadas informações atualizadas sobre o número de casos confirmados na Bahia e os municípios que apresentam registros positivos para o novo coronavírus.

Os especialistas do NHE também aproveitam os encontros para explicar que a família do coronavírus já era conhecida dos cientistas, a exemplo do SARS-CoV e MERS-CoV. Eles lembram,  porém, que  o COVID-19 é uma nova variação notificada em 31 de dezembro passado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) na China.

Outra informação repassada é que ninguém tem imunidade ao COVID-19 e todos devem tomar os devidos cuidados. Os profissionais de saúde destacam que os estudos de uma vacina para imunização contra a doença ainda está em fase de pesquisa pela área científica, em diversos países do mundo.

MEDIDAS PARA DIMINUIR O RISCO DE CONTÁGIO

De acordo com a enfermeira Indira Borges, coordenadora do NHE, orientações sobre uso de máscaras e quem deve usá-las são repassadas para as pessoas. “Explico que um dos usos mais adequados é colocar a máscara no paciente suspeito, assim diminuímos o risco de contágio gerado por gotículas”, conta.

Outra questão evidenciada por Indira Borges é o uso racional dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). “Pelo aumento da procura desses insumos, existe a dificuldade para a aquisição. Uma máscara de fundamental proteção para profissionais de saúde, como a N95, não pode faltar, porque protege aquele que vai entubar um paciente em estado grave”, destaca.

Para o médico Almir Gonçalves, diretor assistencial do HRCC, o momento é de mobilização de forças contra o novo coronavírus. “Aqui no hospital, além de organizarmos estratégias, reforçamos higienização e adotarmos outros procedimentos para combater o COVID-19, cumprimos a missão de orientar pessoas para cuidados e prevenção contra a doença”, conclui.

MAIA QUER VOTAR ORÇAMENTO PARALELO NA PRÓXIMA SEMANA

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia || Foto Tomaz Silva /B
Tempo de leitura: 2 minutos

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse hoje (3) que espera votar até o início da próxima semana os dois turnos da Proposta de Emenda à Constituição 10/2020 (PEC 10/2020)  que cria o orçamento paralelo para financiar as medidas de combate  à pandemia do novo coronavírus (covid-19). A PEC está na pauta de votação da sessão remota desta sexta-feira (3) e cria um regime extraordinário fiscal, financeiro e de contratações, chamado de orçamento de guerra, para facilitar a aplicação dos recursos.

A proposta determina que o novo regime vale enquanto durar o estado de calamidade pública “para atender as necessidades dela decorrentes, somente naquilo em que a urgência for incompatível com o regime regular”.

Maia voltou a defender, em uma teleconferência promovida pelo jornal Valor Econômico e banco Itaú, o isolamento social como estratégia par evitar a disseminação do vírus.

Questionado sobre a divergência de opiniões entre o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e o presidente Jair Bolsonaro, Maia disse que o papel do Parlamento é focar na busca de soluções para a pandemia e que qualquer crise nesse sentido deve ficar restrita ao Palácio do Planalto.

“Nosso papel é amortecer a crise e estabelecer prioridades na pauta, se conseguirmos votar a PEC do orçamento de guerra entre hoje (3) e segunda-feira (6), será uma bela iniciativa”, disse.

GASTOS

Na avaliação de Maia, a PEC vai permitir a organização do gasto durante o período de pandemia, uma vez que o governo fica dispensado a cumprir algumas regras constitucionais e legais como a da meta de superavit primário, podendo aumentar as despesas e a concessão de benefícios ou a ampliação de incentivos de natureza tributária, com renúncia de receita.

O deputado disse ainda que a PEC é uma saída de curto prazo e que o volume de recursos a ser aplicado durante o período da pandemia pode variar de 5% chegando a até 10% do Produto Interno Bruto Brasileiro (PIB, soma dos bens e dos serviços produzidos no país), que em 2019 foi de R$ 7,3 trilhões.

Maia disse anda que acredita na existência de consenso para aprovar um dos pontos da PEC, o que autoriza o Banco Central a comprar títulos do Tesouro Nacional para ajudar a dar liquidez a empresas durante a crise do coronavírus. “Tem muito consenso na Câmara, inclusive entre partidos da esquerda, em relação a esse pleito que o Banco Central fez há duas semanas”, disse.

A PEC cria um comitê de gestão de crise, encabeçado pelo presidente da República e pelos ministros da Secretaria-Geral da Presidência da República, da Saúde, da Economia, da Cidadania, da Infraestrutura, da Agricultura e Abastecimento, da Justiça e Segurança Pública, da Controladoria-Geral da União e da Casa Civil.

Também participam do colegiado, que terá entre outras atribuições aprovar as ações com impacto orçamentário relacionadas ao enfrentamento do vírus, com poder de criar e destituir subcomitês, representantes de dois secretários das secretarias de Saúde, de Fazenda e dois da Assistência Social de estados e de dois representantes de órgãos similares dos municípios.

Na quarta-feira (1º), o relator da PEC do orçamento de guerra, deputado Hugo Motta (Republicanos-PB), apresentou o parecer.

Leia Mais

COM DOAÇÃO DE EMENDAS, GOVERNO ESTADUAL PAGARÁ CONTA DE LUZ DE 3,5 MILHÕES DE BAIANOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

O pagamento da conta de energia que será assumido pelo Governo do Estado durante os próximos 90 dias vai ser ampliado para os baianos que tenham consumo de até 100 kilowatts (kW) por mês e estejam no CadÚnico. O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa nesta sexta-feira (3).

A ampliação do benefício ocorre após a definição da Assembleia Legislativa da Bahia para que as emendas dos deputados sejam utilizadas no combate à pandemia do novo coronavírus.

“Hoje com a doação das emendas individuais dos deputados, conseguimos ampliar a faixa de consumo. Agradeço ao presidente Nelson Leal e a todos os deputados. Com isso, 3,5 milhões de baianos serão beneficiados por essa medida do Governo do Estado e Assembleia Legislativa”.

BAHIA CONFIRMA 282 PACIENTES INFECTADOS PELO NOVO CORONAVÍRUS, AGORA COM 63 CURADOS

Número de casos salta de 267 para 282 em 24 horas na Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Bahia registra 282 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) até as 12h desta sexta (3). Até o momento, 17.63 casos foram descartados e houve cinco óbitos, todos de pessoas residentes em Salvador que apresentavam comorbidades associadas. Dentre os novos casos registrados, está o quinto ocorrido em Itabuna, uma bancária de 51 anos de idade. Ela passa bem, conforme a Secretaria de Saúde de Itabuna.

Ao todo, 63 pessoas estão curadas e 35 encontram-se internadas, sendo 17 em UTIs. Não houve registro de casos positivos em novos municípios na data de hoje. Estes números representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Os novos casos serão detalhados somente às 17h de hoje com a divulgação do boletim epidemiológico pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab).

SALVADOR REGISTRA QUINTA MORTE POR COVID-19

Tempo de leitura: < 1 minuto

Uma mulher de 41 anos faleceu em Salvador em decorrência do novo coronavírus, informou há pouco a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). A mulher era hipertensa, asmática e tinha obesidade, conforme a secretaria, e estava internada em um hospital público há 10 dias.

Ainda segundo a Sesab, a mulher estava internada desde 24 de março. Trata-se da quinta morte provocada pela doença na Bahia, a segunda confirmada nesta sexta (3).

ITABUNA: COMÉRCIO FICARÁ FECHADO POR MAIS 15 DIAS

Comércio de Itabuna ficará fechado, parcialmente, por mais 15 dias
Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito em exercício de Itabuna, Fernando Vita, baixará novo decreto, nas próximas horas, prorrogando por mais 15 dias o fechamento do comércio. A medida apenas não atinge serviços considerados essenciais, a exemplo de supermercados, farmácias, distribuidoras de água e lojas de materiais de construção.

A decisão de prorrogar o decreto foi tomada durante reunião da Comissão de Enfrentamento ao Novo Coronavírus (Covid-19). Havia pressão de setores para que houvesse ainda maior flexibilidade, com o comércio sendo aberto e funcionando em horário restrito, das 9h às 15h.

A pressão não foi adiante diante da nova realidade da doença no mundo, no país e em Itabuna, que confirmou, ontem à noite, o primeiro caso de transmissão comunitária da covid-19 (veja mais abaixo). Transmissão comunitária é quando não se consegue identificar a origem da doença.

BAHIA REGISTRA QUARTA MORTE CAUSADA PELO NOVO CORONAVÍRUS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Há poucos minutos, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) informou o registro da quarta morte causada pelo novo coronavírus (Covid-19) na Bahia.

Segundo a Sesab, o homem tinha 79 anos de idade e apresentava outras doenças associadas (comorbidades). O paciente estava internado desde o dia 15 em Salvador. A Secretaria não informou o hospital, apenas que ele pertence à rede privada.

ITABUNA CONFIRMA PRIMEIRO CASO DE TRANSMISSÃO COMUNITÁRIA DA COVID-19

Novo caso de coronavírus é o primeiro de transmissão comunitária em Itabuna
Tempo de leitura: < 1 minuto

Itabuna deverá intensificar ainda mais as medidas de proteção contra o novo coronavírus após a confirmação do primeiro caso de transmissão comunitária da doença. Segundo o secretário municipal de Saúde, Uildson Nascimento, trata-se de uma paciente de 52 anos. O resultado do teste foi informado na noite de ontem (2) e divulgado há pouco pelo secretário.

A mulher passa bem, de acordo com a autoridade em saúde, apresenta sintomas leves e encontra-se em isolamento domiciliar. “A população deve manter o isolamento social, sair de casa quando realmente necessário, evitando, de todo modo, ambiente com aglomerações e se proteger fazendo uso de máscaras”, afirmou o secretário de Saúde.

TRANSMISSÃO COMUNITÁRIA

Transmissão comunitária é quando não se pode identificar a origem da transmissão da doença, o que reforça, ainda mais, a necessidade de a população da localidade adotar medidas de proteção. Até aqui, as mais eficazes, além daquelas de higiene – como lavar as mãos sempre -, é o isolamento social, manter-se a, pelo menos, 1 metro e meio de outras pessoas, evitar aglomerações e idas à rua sem maior necessidade.

O isolamento social, o popular “fique em casa”, é medida para evitar que várias pessoas sejam contaminadas ao mesmo tempo e várias necessitem de internamento, principalmente se necessitar de internamento em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Até agora, Itabuna somente conta com leitos do Hospital de Base (SUS) e Calixto Midlej Filho (planos particulares de saúde). O município é referência para o sul da Bahia e deve levar, ainda, mais 20 dias para abertura de leitos específicos para casos mais graves da doença.

Back To Top